Agronegócios
03/10/2019 14:44

Leite/PR: Cepea pretende ampliar número de cooperativas na pesquisa de preço ao produtor


São Paulo, 03/10/2019 - Pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP) querem melhorar a sistemática de formação de preços do leite no Paraná. Nesse sentido, pretendem engajar um número maior de cooperativas do Estado na amostragem da pesquisa, conforme discutiram ontem os estudiosos do centro em reunião com representantes do setor, em Curitiba (PR).

De acordo com informações do Sistema Ocepar, atualmente, em todo o Brasil, os pesquisadores coletam dados de produtores que entregam leite em 55 indústrias e cooperativas. No Paraná, fazem parte da amostra três cooperativas e três empresas, que contribuem com cerca de 30% da produção estadual de leite.

A pesquisadora do Cepea, Natália Grigol, informou que o desafio é ampliar a base da pesquisa, que precisa receber os dados discriminados por produtor, conforme a exigência da metodologia. Desta forma, o Cepea terá mais qualidade nos cálculos, com menor assimetria das informações. "Como resultado, vamos gerar dados estratégicos para o setor e contribuir para o processo de coordenação do sistema agroindustrial do leite, que vem ganhando força ano a ano", ressaltou Natália, no comunicado.

A nova metodologia para o cálculo do preço do leite ao produtor é desenvolvida com o apoio financeiro e parceria da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB) e da Viva Lácteos (Associação Brasileira de Laticínios). "Fazemos o acompanhamento do setor lácteo desde 1986, sendo o produto mais antigo monitorado pelo centro de pesquisas. A parceria com a OCB começou no início da década de 2000, evoluindo ano após ano. Em 2016, iniciamos a articulação para implantar a nova metodologia de coleta e cálculo de dados", relatou Natália.

Participaram da reunião representantes das cooperativas Cativa, Coamig, Frimesa, Witmarsum, Unium (Castrolanda, Frísia e Capal), além do presidente executivo do Sindileite, Wilson Thiesen, do secretário do Conseleite, Guilherme Souza Dias, e dos analistas do Sistema OCB, Fernando Pinheiro, e da Ocepar, Alexandre Amorim Monteiro.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos