Agronegócios
27/10/2017 16:25

Soja/AgRural: plantio da safra 2017/18 alcança 30% da área prevista no Brasil


São Paulo, 27/10/2017 - O plantio de soja no Brasil atingiu 30% da área prevista para a safra 2017/18 até quinta-feira (26). O desempenho representou um avanço de 10 pontos porcentuais ante a semana anterior e permaneceu em linha com a média dos últimos cinco anos, de 31%, apontou levantamento semanal da consultoria AgRural divulgado hoje. Há um ano, porém, o cultivo alcançava 41% da área.

A consultoria destacou que a proximidade dos trabalhos com a média dos últimos cinco anos se deve à rapidez do plantio no Sul, que está adiantado ante a média e também em comparação ao ano passado. No Paraná, 67% da área prevista foi semeada, ante 65% em 2016/17 e 55% na média. No Centro-Oeste, contudo, a irregularidade das chuvas continua atrapalhando o cultivo da soja. O maior atraso é em Goiás, diz a AgRural, onde somente 6% da área foi plantada. Nesta época do ano passado, 42% das lavouras tinham sido cultivadas. Na média dos últimos cinco anos, foi 28% da área.

Já em Mato Grosso, chuvas mais volumosas nesta semana contribuíram para o avanço dos trabalhos para 43%, ante 27% na semana anterior. Com isso, o porcentual se aproxima da média dos últimos cinco anos, 45%. Mas a consultoria alertou que as precipitações no Estado ainda não estão de todo regulares. Há um ano, 68% da área do Estado tinha sido plantada. A AgRural disse também que há previsão de bons volumes de chuva para o Centro-Oeste em novembro e que o clima deve ser favorável ao plantio nas demais regiões produtoras, com alguns volumes projetados também para o Matopiba.

Em Santa Catarina, o plantio alcança 30% da área prevista (adiantado ante o ano passado), disse a consultoria; no Rio Grande do Sul, 6% (em linha com a média de cinco anos); em São Paulo, 32% (adiantado); Minas Gerais, 4% (atrasado); Mato Grosso do Sul, 58% (levemente adiantado ante a média); Pará, 1% (leve atraso) e Rondônia, 48% (adiantado).

Na última semana, a AgRural fez ajustes finos em sua estimativa de área plantada para a maioria dos Estados. Por isso, a estimativa de área plantada subiu para 34,655 milhões de hectares, ante 34,563 milhões de hectares estimados em outubro (2,2% acima da safra passada). A maior parte do crescimento acontece no Sul, onde a soja avança sobre áreas de milho verão. A produção potencial, calculada com base na área estimada e em linha de tendência de produtividade, passou para 110,2 milhões de toneladas, ante 109,9 milhões de toneladas previstas em outubro. Na comparação com o ciclo anterior, a redução é de 3,4%.

A consultoria informou, entretanto, que a partir de dezembro passará a avaliar o impacto do clima nas lavouras, substituindo a linha de tendência por estimativas estaduais de produtividade, e que a produção estimada não reflete ainda as condições climáticas observadas até o momento. (Clarice Couto - clarice.couto@estadao.com)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos