Agronegócios
04/06/2019 16:28

Carne bovina/EUA: analistas esperam demanda da China após caso atípico de vaca louca no Brasil


Por Isadora Duarte, com Dow Jones Newswire

Chicago, 04/06/2019 - A notícia de um caso atípico de encefalopatia espongiforme bovina (EEB), também conhecida como doença da vaca louca, no Brasil pode transferir a demanda da China para os Estados Unidos, na visão de analistas do mercado. "Vai depender de como a China responderá a isso", observou a Steiner Consulting Group, consultoria econômica para empresas alimentícias. A Steiner aponta ainda que o possível redirecionamento da demanda pode beneficiar também outros países, além dos Estados Unidos. "Compradores chineses estão procurando fornecedores em todo o mundo para obter carne adicional, já que a demanda no país excede em muito a capacidade de atendê-lo internamente", afirma a Steiner.

As exportações de carne bovina do Brasil para a China estão suspensas desde o último dia 31 de maio. Ontem, o Ministério da Agricultura informou que a decisão de suspender as exportações é "temporária". "A suspensão temporária protocolar é uma medida automática, prevista em documento de 2015 assinado com a China", disse a assessoria da pasta. "Como se trata de medida protocolar - e não de risco sanitário - a expectativa é que logo se levante o embargo. Em tempo razoável para que as autoridades chinesas avaliem os documentos já entregues pela embaixada de Pequim ao governo chinês."
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos