Releases
25/07/2018 11:03

Marketplace exclusivo de moda feminina chega ao Brasil


São Paulo, SP--(DINO - 25 jul, 2018) - Um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou que o número de usuários de internet no Brasil já chegou aos 116 milhões, o equivalente a 64,7% da população brasileira. O uso massivo de dispositivos como computadores e smartphones conectados à rede fomentou o crescimento de um setor da economia relativamente recente na história do país: o e-commerce.

Seu desenvolvimento é recente, mas os números já são bastante expressivos. De acordo com o estudo da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), em 2017, mesmo com o cenário difícil da economia no país, os resultados do varejo eletrônico tiveram um crescimento de 12% em relação ao ano anterior, com um faturamento na ordem de 59,9 bilhões de reais.

Para 2018, a expectativa do setor também é bastante otimista. A ABComm espera um crescimento na faixa de 15%, com um faturamento beirando os 70 bilhões de reais. Espera-se que, ao longo do ano, mais de 220 milhões de pedidos devem ser gerenciados pelo setor logístico, originados no e-commerce.

Segundo os especialistas, uma das características que mais favorece o crescimento do e-commerce não apenas no Brasil, mas em todo o mundo, é a enorme oferta disponível em qualquer segmento. Com apenas alguns cliques, qualquer pessoa pode encontrar o produto que deseja em dezenas de sites diferentes e pesquisar as condições que mais lhe interessam antes de finalizar a compra. E, para tornar o processo de aquisição ainda mais prático e dinâmico, existe a possibilidade de unificar os produtos de inúmeros lojistas em uma única plataforma: são os chamados marketplaces .

O que é um marketplace?

O conceito de marketplace pode ser definido como um portal colaborativo de e-commerce, uma espécie de shopping virtual, com diferentes níveis de acesso para compradores e lojistas. O comprador tem a possibilidade de comparar produtos, preços e condições com mais facilidade entre as diversas ofertas disponíveis, e o lojista recebe os benefícios de estar inserido em uma plataforma já consolidada e voltada para um público específico.

A tendência surgiu no Brasil por volta de 2012 e, atualmente, gigantes do e-commerce nacional já optaram por essa modalidade de negócio, como a B2W (integração das Lojas Americanas e do Submarino) e a Livraria Saraiva. Por meio das plataformas de marketplace, o consumidor acessa o site da Loja X, podendo comprar os produtos que serão vendidos e entregues pela Loja Y. A experiência tende a ser muito positiva porque, como já deixam claro as regras do mercado, quanto maior a oferta de produtos e a competitividade entre os fornecedores, melhores serão os benefícios para o consumidor final.

Vantagens para os compradores

Na hora de comprar roupas, por exemplo, grande parte das pessoas não têm tempo e disposição de andar de loja em loja, sem ter a certeza de que irão encontrar o vestuário que têm em mente. Esses consumidores tiveram suas vidas extremamente facilitadas com o surgimento dos marketplaces.

"Em nossa plataforma, quando a cliente busca a roupa ou acessório que deseja, com pouquíssimos cliques ela pode filtrar os resultados por cores e faixas de preço. É um ganho de tempo inestimável, que vai permitir uma experiência de compra mais agradável e objetiva", explica Anna Prosiuk, representante do portal colaborativo Shafa no Brasil, marketplace voltado exclusivamente para a moda feminina.

O que é a Shafa?

Fundada em 2013, a Shafa possui um catálogo na Europa Oriental que tem mais de quatro milhões de produtos, disponíveis para a venda com mais de 25 mil vendedores. Mas o que torna a Shafa um especialista de moda feminina não é a quantidade de produtos disponíveis, mas o rigoroso critério para que esses produtos possam integrar o catálogo da loja.

Estilistas e especialistas em moda analisam a qualidade, a elegância e claro, o preço dos produtos oferecidos, para que a Shafa seja mais do que um marketplace: o objetivo é se tornar um personal stylist de suas clientes.

Por ser uma plataforma colaborativa, cada cliente também pode fazer suas escolhas conhecendo a reputação dos lojistas através dos comentários e das experiências de outros compradores. Além disso, semanalmente, a loja prepara seleções exclusivas de roupas e acessórios de acordo com as tendências do momento. Para mais informações, acesse www.shafa.com.br.



Website: http://www.shafa.com.br

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos