Releases
29/08/2017 16:50

Na capital do país, setor de imóveis de luxo contorna crise econômica


Brasília, DF--(DINO - 29 ago, 2017) - Brasília é a terceira maior cidade do país e é um dos mais importantes centros econômicos de toda a América Latina. Em meio a um contexto de crise econômica, ganha destaque o segmento de imóveis de alto padrão e de luxo, movimentando a economia local e ganhando destaque em relação ao restante do país.

As transações envolvendo imóveis de luxo em Brasília representam um mercado em expansão no Distrito Federal. Apartamentos, casas e flats estão sendo vendidos e alugados mesmo em um cenário desfavorável como o que estamos passando. Grande parte disso se deve ao alto poder aquisitivo que se concentra na região ? o PIB (produto interno bruto) per capita é de R$ 69.216,80 na cidade, líder de todo o país.

"Os imóveis de alto padrão têm um público cativo em Brasília. A alta concentração de renda favorece esse segmento que é afetado em proporções bem menores pela crise, ao contrário do que acontece em outras cidades do país ou mesmo em outros segmentos do mercado imobiliário brasiliense", conta Tarik Faraj, sócio fundador da TRK Imóveis (www.trkimoveis.com.br), imobiliária com atuação em Brasília.

Regiões

Grande parte dos imóveis de alto padrão da cidade estão localizados em regiões já tradicionalmente conhecidas como regiões mais nobres da cidade e com imóveis de valor mais alto.

As áreas nobres de Brasília concentram-se sobretudo na região central do Plano Piloto e nos Lagos Sul e Norte, Os bairros tipicamente residenciais, com poucos pontos comerciais, são o grande destaque dessas regiões e atraem pessoas que querem mais tranquilidade e segurança para morar.

A cidade, que já é conhecida por ter um dos metros quadrados mais caros de todo o país, ganha ainda mais destaque quando se pensa nas regiões nobres e em seus entornos. De acordo com dados divulgados pela SECOVI-DF, um apartamento no Lago Norte, por exemplo, tem um metro quadrado de R$ 8.071,00, o que é muito mais alto do que o valor médio da cidade de São Paulo: o metro quadrado na capital paulistana gira em torno de R$ 6.040,00, de acordo com o Imovelweb Index, relatório de mercado feito pela Imovelweb com base nos dados de anúncios de imóveis.

Além disso, a cidade oferece ainda uma grande infraestrutura nos bairros referidos. Parques, shoppings, vias arborizadas e vários mecanismos de segurança estão implantados ao longo de todas as regiões nobres para oferecer maior qualidade de vida aos moradores. Vale a pena conhecer as regiões para poder entender o motivo da valorização que acontece por ali.

Economia

O cenário de retração econômica, no entanto, chegou a afetar a capital brasileira nos últimos anos. O que tem sido observado, porém, é o fato de que o mercado imobiliário tem sido um importante fator na recuperação da crise: a retomada, mesmo que lenta, das vendas tem aquecido o segmento da construção civil que encontrava-se estagnado, contratando lentamente mais pessoas e começando a impulsionar a economia como um todo.

Além disso, a estabilidade financeira da região é outro fator de influência. A grande quantidade de pessoas que vivem em Brasília para trabalhar em cargos públicos é um dos principais fatores, já que encerra um público que não tem intenções de sair da cidade e que pretende viver ali e investir seu capital em um imóvel que seja bom e valorizável ao longo do tempo. Com isso, os imóveis mais caros acabam tendo um custo-benefício interessante para as pessoas que pretendem fincar raízes na cidade para constituir família e viver a longo prazo.

Website: http://www.trkimoveis.com.br/

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos