Economia & Mercados
17/09/2021 14:44

Eletrobras/Limp: capitalização prevê revitalização de bacias e uso múltiplo das águas de Furnas


Por Denise Luna

Rio, 17/09/2021 - Após ouvir por mais de três horas reclamações e reivindicações dos prefeitos das cidades do entorno do lago de Furnas, que está cada dia mais seco por conta da crise hídrica, o presidente da Eletrobras, Rodrigo Limp, prometeu medidas de longo, médio e curto prazo para amenizar os problemas da região, e acenou com a capitalização da estatal como o melhor remédio para melhorar a situação do lago.

A única medida concreta anunciada, porém, foi a reabertura do escritório de Furnas em Belo Horizonte, Minas Gerais, para aproximar a empresa da comunidade, disse Limp, durante uma audiência promovida pela Associação dos Municípios do Lago de Furnas (Alago), que reuniu nesta sexta-feira, em Alfenas, Minas Gerais, 52 prefeitos, além de deputados estaduais de federais.

Além da geração de energia elétrica, o lago de Furnas é usado por pescadores, turismo e outras atividades, que vêm sofrendo com o ressecamento do lago e pede providências urgentes para mitigá-las. Segundo Limp, outras medidas serão tomadas no médio e longo prazos graças a emendas adicionadas à Medida Provisória de capitalização da Eletrobras.

"Na capitalização teve um olhar forte na questão regional, foi previsto investimento de R$ 230 milhões por ano para revitalização das bacias e a permissão do uso múltiplo das águas", disse Limp durante a audiência, entre outros projetos que foram aprovados junto com a MP da capitalização.

Presente no evento, o presidente de Furnas, Clovis Torres, pediu desculpas aos prefeitos ao que ele chamou de "falta de empatia" por parte de Furnas com a comunidade, e disse que pretende despachar pelo menos uma vez por mês no escritório de Belo Horizonte.

"Temos medidas imediatas que serão tomadas por Furnas para a região, que está sofrendo e não prestamos a devida atenção no passado", explicou.

Segundo Torres, esta semana Furas decidiu pela renovação total das balsas que usam o lago para transporte do setor agrícola, entre outros usos, todas construídas em 1960, segundo Torres. De acordo com Torres, a renovação das balsas foi um pedido do presidente doo Senado, Rodrigo Pacheco (Democratas-MG). "Com a capitalização (da Eletrobras) teremos recursos para trabalhar na nascente dos rios de e Furnas como um todo", prometeu.

contato:denise.luna@esatdao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos