Economia & Mercados
25/11/2021 20:04

Abdib: Demanda por serviços de infraestrutura recua 0,2% em setembro ante agosto


A demanda por serviços de infraestrutura no País em setembro recuou ligeiro 0,2% na comparação com agosto, já descontados os efeitos sazonais, mostra o Índice Abdib-Vallya de Infraestrutura da Associação Brasileira de Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib).

Segundo os técnicos da Associação, "a relativa estabilidade do indicador foi uma conjugação entre a contínua recuperação do transporte de passageiros e do setor de serviços, ainda influenciados pelo aumento no ritmo de vacinação e a abertura das atividades econômicas, e pela queda no transporte de cargas, o qual, mesmo assim, se encontra em patamar significativamente superior ao período pré-pandêmico".

De acordo com a Abdib, as variações mensais positivas mais relevantes ocorreram nos setores de energia elétrica e aeroportuário. O primeiro, importante driver econômico, teve como principais impulsionadores os setores residenciais e de serviços.

Na contramão, o setor industrial apresentou forte queda, um sinal de alerta à economia. Já a alta no setor aeroportuário foi influenciada, principalmente, pelo transporte de passageiros. "Mesmo assim, o setor ainda se encontra em patamares muito aquém do início de 2020, em aproximadamente 50%", disseram os técnicos da Abdib.

A demanda por serviços de telefonia continua em alta, segundo a Associação. Chama atenção a grande demanda por banda larga e uma queda relevante na procura por telefonia fixa, fenômenos naturais diante a evolução tecnológica e os impactos da pandemia nos costumes cotidianos.

"Por fim, o setor portuário sofreu expressiva queda mensal, de 5,31% sem considerar fatores sazonais, efeito da antecipação da safra de soja e da redução na exportação de minério de ferro. Todavia, não se trata de uma notícia necessariamente negativa uma vez que a movimentação acumulada do setor no ano de 2021 ainda se encontra em um nível 9,40% maior que o de 2019", afirmaram os técnicos da Abdib.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos