Agronegócios
24/01/2019 16:00

Tereza Cristina: Terra indígena será demarcada com base na lei, e não atendendo a ideologismos


São Paulo, 24/01/2019 - A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, confirmou hoje em Londrina (PR) que toda a parte fundiária da Fundação Nacional do Índio (Funai) vai migrar para o Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra), conforme foi publicado há pouco na página do Twitter do Ministério da Agricultura.

Em vídeo postado na rede social, no qual aparece também o governador do Paraná, Ratinho Jr., a ministra garantiu, ainda, que todas as leis serão respeitadas na demarcação de eventuais novas terras indígenas. "Se acharmos uma tribo nova cuja área precisa ser demarcada, é claro que nós vamos ver isso com muito cuidado", disse. "Isso está na Constituição."

Tereza Cristina advertiu que, da maneira como se coloca hoje, "parece que o governo (do presidente Jair) Bolsonaro não vai cumprir a lei". "Ledo engano. Ele vai cumprir a lei. Mas vai cumprir como ela deve ser cumprida, não atendendo a determinados ideologismos que trazem só injustiça", completou.

No governo de Jair Bolsonaro, a Funai, que antes estava abrigada no Ministério da Justiça, passou a fazer parte do Ministério da Agricultura. Já o Incra, uma autarquia, fazia parte da Casa Civil no governo do ex-presidente Michel Temer e também foi transferido para a Agricultura. (Tânia Rabello - tania.rabello@estadao.com)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos