Agronegócios
27/10/2017 11:23

CBOT: mercado de grãos tende a abrir com sinais mistos


Chicago, 27/10/2017 - Os futuros de soja, milho e trigo tendem a abrir a sessão com sinais distintos nesta sexta-feira, na Bolsa de Chicago (CBOT). Condições favoráveis ao avanço do plantio no Brasil e a perspectiva de ampla oferta nos Estados Unidos puxam os indicadores para baixo, enquanto o ritmo de compras consistente no mercado global dá algum fôlego para repiques de preço.

Há pouco, exportadores privados relataram ao Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) vendas de 238 mil toneladas de soja para a China, com entrega prevista para o ano comercial 2017/18, iniciado em 1º de setembro. Ontem, o órgão reportou vendas de 2,13 milhões de toneladas da oleaginosa na semana encerrada em 19 de outubro, alta de 67% ante os sete dias anteriores. Com isso, as cotações do grão podem sustentar ganhos ao longo do pregão em Chicago.

Nos próximos dias, investidores permanecerão atentos às previsões climáticas para regiões produtoras do Brasil. Eventuais mudanças no prognóstico atual podem trazer alguma sustentação aos futuros. O clima nos EUA permanece no radar, mas no atual estágio da colheita, 70% da área plantada, tem menor peso para levar a grandes perdas nas lavouras. De momento, temperaturas baixas e o clima úmido no Meio-Oeste norte-americano levam analistas a crer que o avanço da colheita na região pode ser comprometido.

No milho, assim como na soja, exportadores privados também relataram vendas ao USDA, de 132 mil toneladas do cereal para a Espanha, com entrega prevista para o ano comercial 2017/18, iniciado em 1º de setembro. Entretanto, o mercado tem sido pressionado pelo enfraquecimento do petróleo, que tende a reduzir a demanda por etanol. Nos Estados Unidos, o biocombustível é feito principalmente com milho e o setor consome cerca de um terço da safra doméstica.

Já o trigo, a ampla oferta principalmente entre fornecedores europeus pode posicionar as cotações no campo negativo. Do lado da demanda, ainda segundo o USDA, os Estados Unidos venderam 360,6 mil toneladas do cereal da safra 2017/18, queda de 41% ante o reportado na semana anterior e de 16% na comparação com a média das últimas quatro semanas.

No overnight, a soja para novembro ganhou 1,25 cents (0,13%) em US$ 9,7250 por bushel. Já o milho para dezembro caiu 1 cent (0,29%), a US$ 3,4950 por bushel, enquanto igual vencimento do trigo recuava 1,50 cent (0,35%), a US$ 4,3025 por bushel. (Nayara Figueiredo - nayara.figueiredo@estadao.com; com Dow Jones Newswires)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos