Agronegócios
03/03/2021 13:36

Mb Agro/José Carlos Hausknecht: PIB da agropecuária do 1TRI21 pode crescer até 5% com desempenho da soja


Por Julliana Martins

São Paulo, 03/03/2021 - O PIB da agropecuária no primeiro trimestre deste ano deve crescer até 5% ante igual período do ano passado, segundo o sócio diretor da consultoria Mb Agro, José Carlos Vannini Hausknecht. Ao Broadcast Agro o executivo salienta que o atraso na colheita observado neste ano não deve ter efeitos significativos sobre o indicador. A demora no plantio do milho safrinha, contudo, poderá limitar o crescimento do PIB no terceiro trimestre do ano.

Para o acumulado de 2021, a projeção é de crescimento na mesma ordem do observado em 2020, mas o executivo reforça que o resultado vai depender de como vier a produção do milho safrinha, ou segunda safra. "A expectativa é boa para o ano, mas vale lembrar que o café terá bienalidade negativa, então o aumento na produção dos grãos precisa ser suficiente para compensar essa retração."

Quanto ao desempenho do PIB da Agropecuária em 2020 quando comparado com o do ano anterior, ele disse que veio em linha com o esperado. O PIB da agropecuária subiu 2,0% em 2020 ante 2019. No quarto trimestre de 2020, o PIB da agropecuária recuou 0,4% sobre o mesmo período do ano anterior. Em relação ao terceiro trimestre, o resultado caiu 0,5%.

De acordo com a consultoria, as produções das culturas de soja, milho e café, conforme já apontado pelo IBGE, incrementaram o PIB de 2020, compensando a quebra na produção da pecuária de corte e de laranja. "A cana, de certa forma, também impulsionou o resultado do ano", disse ele. E acrescentou: "Já o setor da pecuária ficou limitado pelo movimento de recomposição do rebanho, com retenção de fêmeas e menor oferta de animais para o abate."

Contato: julliana.martins@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Siga nossas redes: