Agronegócios
30/07/2020 07:28

EUA: lucro da ADM dobra no 2tri20, para US$ 469 milhões


São Paulo, 30/07/2020 - A trading de commodities agrícolas Archer Daniels Midland (ADM), dos Estados Unidos, obteve lucro líquido de US$ 469 milhões, ou US$ 0,84 por ação, no segundo trimestre deste ano, informou a companhia na noite de quarta-feira. O resultado é o dobro do registrado um ano antes, de US$ 235 milhões, ou US$ 0,42 por ação. Segundo a ADM, por causa da pandemia de covid-19, vários países resolveram garantir o abastecimento de alimentos e aceleraram as compras de grãos, o que contribuiu para o aumento do lucro da trading.

"A comercialização global teve outro forte trimestre, à medida que países buscaram garantir uma oferta estável de alimentos em meio à pandemia", disse a ADM em comunicado.

Em termos ajustados, o lucro foi de US$ 0,85 por ação, acima do projetado por analistas consultados pela FactSet, de US$ 0,51 por ação. A receita ficou praticamente estável, em US$ 16,28 bilhões, mas superou a expectativa dos analistas, de US$ 16,09 bilhões.

A receita da divisão de serviços agrícolas e oleaginosas, que abrange compra, transporte e armazenagem de produtos agrícolas, assim como processamento de soja e outras oleaginosas, aumentou 4% no segundo trimestre ante igual período do ano passado, para US$ 12,74 bilhões. O bom desempenho da divisão foi atribuído a volumes recorde de originação e exportação, em um ambiente de margens significativamente maiores por causa da fraqueza do real e de vendas mais agressivas por parte de produtores.

A pandemia de covid-19 teve impacto negativo em outros negócios da ADM. A fraca demanda do segmento de food service nos EUA e no Canadá acabou afetando o negócio de amidos e adoçantes, por exemplo.

A ADM disse ainda que, embora as margens do setor de etanol tenham diminuído na comparação com o ano passado, os preços e as margens foram melhorando ao longo do segundo trimestre deste ano, refletindo a menor produção e uma recuperação da demanda. Em abril, a ADM suspendeu a produção de etanol em duas de suas destilarias por pelo menos quatro meses. Fonte: Dow Jones Newswires.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Agro e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos