PR Newswire Internacional
17/01/2019 08:27

Deputado Altineu Côrtes diz que retomada do Comperj deve gerar mais de 6 mil vagas de trabalho


Deputado Altineu Côrtes diz que retomada do Comperj deve gerar mais de 6 mil vagas de trabalho

PR Newswire

RIO DE JANEIRO, 17 de janeiro de 2019 /PRNewswire/ -- Presidente do PR-RJ e membro da Comissão de Minas e Energia da Câmara, o deputado federal Altineu Côrtes (PR-RJ) tem atuado cada vez mais para a retomada das obras do Comperj (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro), em Itaboraí, a cerca de 50 quilômetros da capital carioca. Segundo o parlamentar, o local deve servir como um canteiro de empregos para moradores da cidade e municípios vizinhos. Nele serão processados por dia 19 milhões de metros cúbicos de gás, o equivalente a 21% da produção nacional.

Acompanhado de uma comitiva de prefeitos, Altineu Côrtes visitou o local da obra, que chegou a ser alvo da Lava Jato e foi paralisada em 2015 por problemas financeiros de fornecedores. Ele, que também integrou a CPI da Petrobras, disse que agora está "bastante esperançoso". "Essa obra vai gerar de 5 mil a 6 mil empregos diretos para a construção da unidade de gás", disse. "Depois que estiver em funcionamento, essa unidade vai atrair uma série de empresas para o seu redor", destacou o deputado federal.

De acordo com Altineu Côrtes, o processo de gás serve para aumentar a produção do produto na Bacia de Santos, que fica no litoral do Rio de Janeiro. "Uma obra espetacular", disse. "São mais de 10 bilhões de reais, trazendo um gasoduto com 260 quilômetros de extensão das plataformas que ficam em alto-mar e mais 40 quilômetros para ligar o Comperj para tratar o gás", explicou o parlamentar.

Antes de a Bacia de Santos produzir o petróleo, é obrigatório que haja tratamento do gás, o que deverá ser processado no Comperj. "Uma obra nacional", afirmou. Segundo o parlamentar, a operação do complexo será superior à da maior unidade de processamento de gás da Petrobras, que, de acordo com ele, foi construída ao longo de 30 anos e processa 15 milhões de metros cúbicos por dia.

Altineu Côrtes lembrou que o Comperj ocupa cerca de 20% da cidade de Itaboraí. "Temos que lutar para que os empregos fiquem em Itaboraí e região. Não podemos deixar o que aconteceu na gestão passada, quando muitos empregos fugiram da região. Vamos lutar para que esses empregos sejam gerados na região de Itaboraí, São Gonçalo, Niterói e cidades vizinhas. O Estado do Rio de Janeiro precisa muito retomar seu crescimento", asseverou.

Contato: (21) 9.9575-8725

FONTE Altineu Côrtes

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos