Política
14/11/2017 07:09

Felipe Picciani, filho do presidente da Alerj, é um dos alvos dos mandados de prisão da PF


São Paulo, 14/11/2017 - Na operação deflagrada nesta terça-feira pela Polícia Federal, batizada de Cadeia Velha, um desdobramento da Lava Jato, há um mandado de prisão contra Felipe Picciani, filho de Jorge Picciani (PMDB), presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, que foi intimado a depor.

Os pedidos são da segunda instância da Procuradoria da República. Há ordem para buscas no gabinete de Jorge Picciani.

A família Picciani foi um dos alvos do acordo de leniência da Carioca Engenharia em abril do ano passado. A matemática Tania Maria Silva Fontenelle, ligada à empreiteira, afirmou que comprou vacas superfaturadas da empresa Agrobilara Comércio e Participações Ltda para ‘gerar dinheiro em espécie’ para a empreiteira. A Agrobilara pertence à família Picciani.

Além de Felipe Picciani, estão sendo cumpridos na operação de hoje mandados de prisão contra o empresário do ramo de transporte Jacob Barata - maior empresário do setor de ônibus do Rio, que cumpria prisão domiciliar desde agosto - e o ex-presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do estado do Rio de Janeiro Lélis Teixeira. (Julia Affonso e Fausto Macedo e Elizabeth Lopes)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos