Política
11/07/2018 09:04

Efraim Filho diz que DEM está ainda dividido com relação a apoio nessa corrida presidencial


São Paulo, 11/07/2018 - O deputado Efraim Filho, vice-líder do DEM na Câmara, disse há pouco, em entrevista à Rádio Eldorado, que a sigla vai deliberar sobre apoio a uma candidatura presidencial, pois não irá ter candidato próprio neste pleito. O partido, juntamente com outros que compõem o chamado Centrão, como PP, PRB e Solidariedade, se reúnem hoje em Brasília para tratar do assunto. O parlamentar reconheceu que o partido está ainda dividido com relação ao presidenciável que irá apoiar. E refutou informações que tal apoio passaria por cargos futuros na Esplanada dos Ministérios.

Segundo ele, o cenário que irá definir o apoio da sigla privilegia dois pontos: manutenção de uma agenda que a siga defende e a outra é uma candidatura viável que possa conquistar o Palácio do Planalto. "O desafio do DEM é buscar coesão interna, buscar transparência e seguir a maioria." Ele disse que os palanques locais é outro fator que deverá também ter um peso maior nessa escolha. E citou que a sigla disputa os governos de Goiás, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Amapá e Mato Grosso, entre outros, onde os candidatos são competitivos e disputam os primeiros lugares.

O deputado ponderou vantagens e desvantagens dos presidenciáveis Geraldo Alckmin (PSDB), Ciro Gomes (PDT), Alvaro Dias (Podemos) e Jair Bolsonaro (PSL), mas evitou se posicionar. "Minha preferência é respeitar a maioria e privilegiar os palanques locais, pois o meu papel é construir consensos, é somar", emendou. (Equipe AE)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos