Economia & Mercados
03/12/2018 16:51

Programa de desligamento voluntário da Caixa supera 1,6 mil adesões


A nova fase do programa de demissão voluntária da Caixa Econômica Federal alcançou 1.685 adesões, conforme informações obtidas pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. A estimativa inicial de economia gerada com o programa é, conforme o banco público, de aproximadamente R$ 314 milhões ao ano.

A segunda fase do Programa de Desligamento de Empregado (PDE) da Caixa, lançado no dia 26 do mesmo mês, superou a meta estabelecida pela instituição, cujo limite máximo de desligamentos estava fixado em 1,6 mil empregados.

Ao Broadcast, o presidente do banco, Nelson de Souza, afirmou que a etapa bem-sucedida do programa demonstra que é possível ser público e ao mesmo tempo eficiente.

"A receita é gestão de excelência e fazer o que tem que ser feito: redução de despesas, redução de inadimplência e foco em negócios rentáveis e sustentáveis", destacou o presidente da Caixa, em nota ao Broadcast.

A nova etapa do programa de demissão voluntária, conforme o banco público, visou dar continuidade aos ajustes de estrutura que a Caixa vem fazendo diante do atual cenário competitivo e econômico, em busca de mais eficiência. No final de setembro, o índice de eficiência operacional da instituição alcançou o patamar de 45,8%, melhor marca da história do banco.

As últimas edições dos planos de desligamento voluntários, realizados em 2017 e 2018, tiveram a adesão de 8,6 mil empregados. A economia das últimas edições ultrapassou R$ 1,69 bilhão por ano.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos