Releases
25/02/2021 09:24

Vendas on-line está virando a fonte de renda principal de pessoas comuns


São Paulo, SP--(DINO - 25 fev, 2021) -
Com as lojas fechadas em razão do novo coronavírus, muitas pessoas migraram para as compras on-line e, com isso, o e-commerce brasileiro registrou um crescimento de 47% no primeiro semestre de 2020, sua maior alta em duas décadas.


De acordo com dados da 42ª edição do Webshoppers, estudo sobre o comportamento das lojas virtuais no Brasil, elaborado semestralmente pela Ebit|Nielsen, em parceria com a Elo, o crescimento do faturamento foi impulsionado pela alta de 39% no número de pedidos, para 90,8 milhões, em relação ao primeiro semestre do ano anterior.


Já as vendas aumentaram 47%, para R$ 38,8 bilhões, no mesmo período. “A tendência de crescimento já vem ocorrendo nos últimos anos, porém, por conta da pandemia, tivemos um aumento de intensidade”, revela Julia Avila, líder da Ebit|Nielsen.


Além do número de pedidos e vendas, o valor médio desembolsado para as compras on-line dos brasileiros também cresceu (6%), passando de R$ 404, no primeiro semestre de 2019, para R$ 427 no mesmo período deste ano. “O que mais impulsionou o crescimento nesse período foi o aumento de pedidos, em grande parte, das categorias on-line, sendo que as mais importantes, como, por exemplo, eletrônicos e eletrodomésticos, já têm um ticket médio mais alto”, completa a líder.


Em meio a todo esse crescimento, algo curioso vem chamando atenção dos empresários. É o e-commerce sem estoque, também conhecido como Dropshipping.


Dropshipping: O novo e-commerce


Para Fábio Roberto, empreendedor na área de dropshipping, esta pode ser considerada uma das maiores oportunidades da Internet. “Antes tínhamos a barreira do estoque, ou seja, para criar um negócio precisávamos comprar os produtos antes, estocar para só então vender.”


Para o empreendedor, que também é palestrante em diversos eventos pela internet, a forma tradicional de e-commerce pode ser até perigosa: “Imagine um pai de família que decide empreender, investe o seu dinheiro suado para comprar produtos, para só depois, descobrir que aquilo não vende. Isso pode arrasar muitas famílias”, afirma o empresário.


A verdade é que o Dropshipping ainda é algo desconhecido pela maior parte do público. Porém, quem conhece está faturando muito, afirma Fábio: “Infelizmente, a maior parte do público está centrada no e-commerce tradicional e não sabe dessa oportunidade. Quem sabe está nadando de braçadas em um oceano azul de oportunidades.”


Fábio também alerta para os riscos deste tipo negócio: “Se você souber o que está fazendo, seguir um método claro, você minimiza os riscos. No entanto, existem golpes também. É preciso saber diferenciar uma oportunidade de uma fria. E você consegue isso estudando bastante e acreditando. Não tem jeito”.


Fábio procura ensinar o dropshipping em seu site www.fabioroberto.com.br, Já alcançou centenas de alunos e está feliz com os resultados: “Como não ficar feliz, recebendo mensagens diárias de alunos agradecendo? É isso o que me move.”


Fábio ainda acrescenta: 'A realidade é que este mercado cresceu e qualquer pessoa que tenha dedicação pode montar o seu próprio negócio. Desde que se dedique e acredite no que está fazendo.'


Já dizia Napoleon Hill: 'nem sempre os vencedores na vida são os mais fortes ou os mais inteligentes e sim aqueles que creem indubitavelmente: “Eu conseguirei”.


Para mais informações sobre como ter uma renda extra através do Dropshipping, basta acessar: https://fabioroberto.com.br/lojavirtual ou https://fabioroberto.com.br/instadino



Website: https://fabioroberto.com.br/lojavirtual

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos