Releases
29/08/2018 10:10

Setor de lácteos quer exportar 10% da produção nacional de leite em pó até 2025


São Paulo--(DINO - 29 ago, 2018) - O Sindicato das Indústrias de Laticínios do Rio Grande do Sul (Sindilat-RS) divulgou no dia 13 de agosto a pretensão do setor lácteo de apostar na exportação de leite em pó. A decisão partiu após apresentação em reunião do projeto CNA - Aliança Láctea: Exportação de leite em pó pelo ex-secretário de comércio exterior Welber Barral.

Segundo o Sindilat-RS, o objetivo da ação é ajudar as indústrias brasileiras a conquistar o mercado exterior. Antes, é preciso fazer ajustes de preço para ter condição de competir fora do país. Para tornar o preço competitivo no mercado exterior, é necessário que o valor do leite em pó do Brasil tenha uma média de 7% a menos que o da Oceania.

Representantes da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil e da Aliança Láctea - Sul Brasileira também participaram da reunião. De acordo com a fala do presidente da Câmara Setorial do leite na Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), a região foi escolhida por se sobressair na produtividade, tendo o maior índice em produção leiteira do país.

Os três estados do Sul em conjunto totalizam 38% da produção láctea do Brasil, podendo chegar a 50% até 2025. O presidente ressalta ainda que a região detém 15% da produtividade do país, o que poderá levar a aceder o estoque para os próximos anos, pois haverá muito desperdício no setor. Sendo assim, será preciso escolher quem fica e quem sai da atividade. O correto é que, até o ano de 2025, 10% da proteção seja exportada, afirma o secretário de Agricultura de Santa Catarina.

Aumente a produtividade de sua indústria com as soluções ERP para laticínios

Por conta das grandes demandas, os processos de produção e o fato de ter que gerenciar uma indústria não são tarefas tão simples. O ideal é investir em novas tecnologias e treinamento de equipe para que todos possam produzir mais, ou seja, desenvolver melhor suas atividades.

A melhor forma de conseguir fazer isso acontecer é investir no sistema para laticínios. Por meio deste sistema, é possível fazer com que a sua indústria avance na produtividade e alavanque os resultados. Veja abaixo alguns benefícios.

Praticidade na gestão de pedidos

Com o sistema ERP, a gestão de pedidos torna-se mais prática e eficiente, além de permitir controle total de todas as informações de forma precisa e o acompanhamento de todas as encomendas por parte do gestor.

Melhora o estoque

O ERP conta com funções que integram todos os setores, permitindo que conversem entre si com máxima praticidade. Ao fazer a integração, é possível ter um gerenciamento melhor no setor de estoque. Por meio das informações armazenadas no software, é possível repor produtos em falta e evitar atrasos no prazo de entrega.

Reduz perdas

O sistema ERP reduz perdas e desperdícios. Isso acontece por conta das funcionalidades do software que analisa todos os custos gerenciais e produtivos.

A Magistech é uma empresa que trabalha com sistema de gestão ERP para indústrias de diferentes portes e segmentos. Ela conta diversas soluções tecnológicas como o sistema para laticínios. A instituição tem como objetivo maior ofertar aos seus clientes total atenção e um atendimento com máxima qualidade.


Website: http://www.magistech.com.br/

MAIS NOTÍCIAS

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos