Releases
06/09/2017 10:36

Proprietários e compradores buscam alternativas para as dores de cabeça das transações imobiliárias


São Paulo - SP--(DINO - 06 set, 2017) - O sonho da casa própria ainda é muito presente na vida do brasileiro, na maioria das vezes, é a aquisição de maior valor feita por uma pessoa. Do outro lado, quem está vendendo uma propriedade já cumpriu um ciclo e precisa passar o imóvel para frente o mais rápido possível. Segundo dados divulgados em agosto pelo Google a busca por compra e vendas de imóveis via internet cresceram 44% no primeiro semestre se comparadas ao mesmo período de 2016. A pesquisa apurou ainda que 71% dos interessados procuram imóveis pela internet. Apesar dos números do mercado imobiliário apresentarem uma certa melhora, durante os processos de compra e venda de imóveis, compradores e vendedores podem se deparar com dificuldades nas negociações. As dores de cada ladoProprietáriosDo ponto de vista do vendedor, há questões como a má apresentação do imóvel, com fotos de baixa qualidade ou descrições pouco abrangentes, esperas longas para marcar uma única visita e, normalmente com compradores que não estão dentro do perfil, ou, em muitos casos, desvalorização considerável do preço para agilizar a venda.CompradoresNa visão do comprador, é comum passar horas buscando opções na internet, mandar mensagens e receber respostas dias ou semanas depois, quando nem se lembra mais do imóvel ou já perdeu o interesse. Outro inconveniente é o agendamento de vistas a imóveis que estão fora do padrão solicitado. E até mesmo a falta de tempo para visitar os imóveis nos quais se interessou.Essas frustrações ocorrem principalmente pela gestão insuficiente no processo, que desqualifica a imagem do vendedor e compromete o tempo do requisitante. Sabemos também que a dinâmica dos serviços imobiliários no Brasil permanece quase inalterada há mais de 80 anos, muitas vezes isolada das plataformas online e, quando inserida, com baixa taxa de respostas devido à má gestão.Migração para o universo digitalComo resposta a esse engessamento, alguns serviços começaram a focar nas dores dos clientes, trabalhando com foco na inovação para melhorar a qualidade da transação comercial. No Brasil os primeiros passos foram dados no segmento de compra e venda de imóveis. Com o intuito de acompanhar a evolução tecnológica que foi incorporada no dia a dia das pessoas e ao mesmo tempo aperfeiçoar a prestação de serviços do mercado imobiliário, o especialista em inteligência imobiliária, Luciano Amado, criou a Hubbers, uma plataforma de serviços online para a compra e venda de imóveis que conecta diretamente o comprador com o vendedor. "A proposta é auxiliar os proprietários durante todo o processo de venda do seu imóvel, garantindo que o mesmo seja apresentado de maneira correta, com informações confiáveis, fotos e vídeos profissionais, em mídias e portais online que tragam resultados, assim como oferecendo um atendimento imediato a todos aqueles que demonstrarem interesse de compra", define Luciano.Os profissionais que fazem a aproximação das partes interessadas na negociação do imóvel atuam de uma forma inovadora, com visão focada no ambiente digital, estão online das 9 horas da manhã às 10 horas da noite, prontos para dar suporte e esclarecer quaisquer dúvidas daqueles que estão em busca de um imóvel para compra, pois entendem que o momento correto para se falar de compra e venda de um imóvel é aquele onde o cliente está pensando nisso. Outra tecnologia foi incorporada a esse processo de venda online, a experiência de visitar o imóvel sem sair de casa. Um vídeo realizado com uma câmera especial reproduz uma visita na propriedade como se tivesse sido feita pessoalmente.Essa possibilidade de visitar virtualmente o imóvel poupa o comprador de grandes deslocamentos para conhecer uma propriedade que talvez não esteja no seu perfil de interesse. Evita que seja necessário se ausentar do trabalho, pois alguns condomínios não permitem a entrada durante a semana de corretores e compradores após das 18h e, normalmente, proíbem visitas aos domingos, ou seja, o horário hábil para conhecer o imóvel acaba coincidindo com o expediente de trabalho da maioria das pessoas. A visita virtual permite que o interessado conheça o imóvel, de onde e como quiser, sem a pressão de corretores e com a possibilidade de mostrar previamente o local para outras pessoas que podem colaborar na tomada de decisão. "Desta forma, visita 20 ou 30 imóveis antes de tomar a decisão de compra, o que agora pode ser feito no conforto de casa, em apenas uma noite, diz Amado. Os compradores interessados em conhecer o imóvel pessoalmente são direcionados para tratar diretamente com o proprietário. Para Amado, este é outro diferencial de destaque da plataforma: "Acreditamos que não há ninguém mais capacitado para vender um imóvel do que o dono. Só ele conhece todos os detalhes, sem contar que desta forma, a conversa entre comprador e vendedor toma um tom igualitário, porque possuem os mesmos interesses", comenta.Nesse modelo, onde não existe a figura de um corretor nos moldes tradicionais de mercado, que cobraria 3% da comissão total pelo seu trabalho, permite que a empresa cobre apenas a outra metade, ou seja, 3% de comissão. Como imóveis são produtos de alto valor agregado isso pode significar uma economia final no negócio para ambas as partes.Carla Falsete Risola, proprietária de um imóvel à venda na região de Perdizes, em São Paulo, optou por utilizar a plataforma de vendas de imóveis online na tentativa de obter mais sucesso na negociação. "Quero que meu imóvel seja valorizado nos anúncios como ele realmente merece, com todo o potencial do local no descritivo, com fotos e vídeos de qualidade. A pessoa que assiste o vídeo tem uma noção real de como é o imóvel e se quiser conhecer pessoalmente é porque o interesse é grande e não porque foi lá sem saber do se tratava", comenta Risola. "O mercado imobiliário precisa acompanhar a evolução tecnológica, isso não significa que os profissionais serão substituídos, pelo contrário, toda essa tecnologia amplia a prospecção de clientes e aumenta as chances de concretização de negócios, ao mesmo tempo em que aperfeiçoa os serviços e possibilita uma experiência imobiliária mais satisfatória para compradores e proprietários", esclarece o fundador da Hubbers.

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos