Releases
10/03/2021 16:25

Março Amarelo e o alerta para os cuidados com a endometriose


Salvador, BA--(DINO - 10 mar, 2021) -
Este é o mês dedicado para alertar e conscientizar as mulheres acerca de doenças ginecológicas crônicas, como a endometriose, representada na campanha mundial do Março Amarelo. A ação tem como objetivo conscientizar e alertar o público feminino para que não haja atraso no diagnóstico e nos cuidados desta patologia, que, de acordo com a Associação Brasileira de Endometriose, acomete cerca de sete milhões de brasileiras. A endometriose é uma doença benigna que acontece quando há presença de tecido semelhante ao endométrio, que reveste o útero, fora da sua localização habitual. 


Conforme a ginecologista e especialista em reprodução humana da Clínica Elsimar Coutinho, Wendy Delmondes, embora o problema atinja 10% das mulheres em período reprodutivo, com pico de incidência ocorrendo em pessoas de 25 a 35 anos, essa doença também já foi confirmada em meninas pré-menarca e em mulheres na pós-menopausa. “A história natural da endometriose ainda é desconhecida. Não sabemos exatamente as etapas fisiopatológicas de início e evolução da patologia”, afirma Wendy.


A mulher deve estar atenta aos sinais emitidos pelo corpo, cujos sintomas mais evidentes da patologia são as dores pélvicas crônicas, dor menstrual, dor durante o ato sexual, ao evacuar e urinar, além ser uma das principais causas de infertilidade - este último acomete de 30 a 50% das pacientes com a doença. O médico e cientista Elsimar Coutinho, referência mundial no tratamento da endometriose, foi o pioneiro a utilizar o hormônio gestrinona no combate à dor pélvica e infertilidade provocada por essa enfermidade, revolucionando a saúde da mulher ao proporcionar bem-estar e qualidade de vida. 


O ginecologista Dr. Hugo Maia Filho, que trabalhou por quase 40 anos com o cientista no tratamento hormonal, pôde acompanhar a descoberta das propriedades anti-estrogênica e antiprogesterona na intervenção da endometriose, evidenciando o efeito da gestrinona no ovário. “Este hormônio foi um divisor de águas no tratamento dessa doença, graças aos trabalhos inovadores do professor Elsimar. Nós aprendemos que a gestrinona era eficaz por via oral transdérmica e vaginal, o que permitiu o desenvolvimento dos implantes e do gel vaginal”, relata Maia Filho.


O tratamento clínico defendido pelo médico Elsimar Coutinho é a supressão da ovulação e da menstruação, através da aplicação subcutânea dos implantes hormonais, que ajudam a regredir a doença e podem ser utilizados de seis meses a um ano pela paciente. “A endometriose, por ser uma doença epigenética do endométrio, só pode ser controlada se a menstruação for suprimida, como mostrou o mestre Elsimar há mais de quatro décadas”, afirma o Dr. Hugo. 


Já os casos mais graves requerem a intervenção cirúrgica, para que haja a remoção completa de todos os focos da endometriose, sem comprometer outros órgãos e funções. De acordo com Wendy Delmondes, as mulheres que desejam engravidar podem recorrer às técnicas de reprodução assistida para realizar o sonho da maternidade.


Geralmente as mulheres consultam, em média, sete médicos antes do diagnóstico de endometriose. O longo intervalo entre o início dos sintomas e o diagnóstico pode resultar em considerável carga física, psicológica e social na vida das pacientes. “Esses impactos negativos da doença podem levar a uma redução na qualidade de vida relacionada à saúde”, explica a especialista Delmondes. O ginecologista, Hugo Maia Filho, defende o uso do ultrassom vaginal com preparo intestinal e da ressonância magnética como exames essenciais para a detecção precoce da endometriose. 


Criada pelo médico e cientista baiano Elsimar Metzker Coutinho, a Clínica, que leva o seu nome, atua, há mais de cinco décadas, no atendimento das necessidades endócrinas de jovens, adultos e idosos, através da reposição hormonal fisiológica. Com atuação na Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, os atendimentos são feitos por uma equipe multidisciplinar que utiliza a endocrinologia, ginecologia, andrologia e fertilidade com uso individualizado de hormônios naturais e sintéticos para a prevenção de doenças, preservação da fertilidade e o controle da natalidade. Hoje, as unidades seguem mantendo vivo o legado do seu fundador, a partir do corpo clínico que teve convivência direta com o cientista. O Dr. Elsimar foi pioneiro em sua área de atuação e suas diversas conquistas científicas seguem sendo utilizadas internacionalmente para trazerem maior qualidade de vida, sobretudo às mulheres.



Informações à imprensa – Texto & Cia


Assessoria de Comunicação (71) 3341-2440
Tainara Carvalho: (71) 999 632 741 tainara@textoecia.com.br
Roberta Rodrigues: (71) 996 137 106 roberta@textoecia.com.br
Monique Melo: (71) 999 828 806 monique@textoecia.com.br


 



Website: http://clinicaelsimarcoutinho.com.br/

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Siga nossas redes: