Releases
05/04/2019 12:59

Indústria 4.0: Como as tecnologias estão impactando o setor de compras


São Paulo, SP--(DINO - 05 abr, 2019) -
A quarta revolução industrial foi um dos assuntos mais falados no ano passado, entretanto, muitas indústrias ainda relutam em investir em tecnologias para os negócios.

Segundo uma pesquisa feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), entre o início de 2016 até 2018, o percentual das empresas que utilizam pelo menos uma das tecnologias que compõe o cenário 4.0 subiu apenas 10 pontos percentuais, elevando a estatística de 63% para 73%. Outro dado revelado é que apenas 48% dos entrevistados pretendem investir em recursos para a digitalização de seus negócios. Estes apontamentos comprovam que as empresas brasileiras ainda estão em estado embrionário, quando o assunto é a revolução 4.0.

A importância das tecnologias no dia a dia das empresas é algo indiscutível. Existem inúmeras pesquisas que comprovam que, empresas que utilizam ferramentas de negócio, saem à frente de sua concorrência no mercado, principalmente na área de compras B2B.

As tecnologias trazem uma dinâmica diferente ao trabalho, otimizando alguns processos para que o colaborador tenha um papel cada vez mais estratégico na área. Em e-commerce B2B, por exemplo, a empresa Mercado Eletrônico conta com soluções de gestão de compras que automatizam processos e trazem inteligência para tomadas de decisões mais assertivas. Uma vez que empresas compradoras e fornecedoras se conectam, ampliam-se as oportunidades de negócio de forma mais estratégica e com melhores resultados.

 

Preparando os profissionais de compras para a Indústria 4.0

As organizações devem compreender que a abordagem 4.0 muda não apenas a forma de trabalhar, mas também traz proposta de valor diferenciada para fornecedores, clientes e parceiros de processos internos. Portanto, é preciso que a área esteja madura para absorver estas novidades e que exista um bom planejamento.

Na busca por mais competitividade no mercado, somente o investimento em novas tecnologias não é mais o suficiente – QI digital, criatividade, gestão inovadora e multidisciplinaridade serão os pontos-chave para o sucesso desses profissionais de compras e da companhia.

Por meio da troca de informação e colaboração entre os profissionais é possível obter times cada vez mais multidisciplinares, capazes de diversificar os pontos de vista e apresentar propostas criativas. Assim, pontos de melhoria são detectados e o resultado é otimizado em todas as etapas – até a entrega final para o cliente.

Independentemente da época em que vivemos agora ou em qual tecnologia vamos nos apoiar para atravessar essa jornada, uma coisa é certa: as empresas precisam construir uma equipe com pessoas qualificadas para garantir que as novas ferramentas sejam aproveitadas de maneira efetiva e, assim, sobrar tempo para focar em análises realmente estratégicas.



Website: http://www.me.com.br

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos