Releases
25/07/2018 11:04

Com inteligência em mídia programática, Fitmedia espera crescer 38% em 2018


(DINO - 25 jul, 2018) - O conceito de mídia programática já é uma realidade no mercado de publicidade digital e faz as organizações buscarem soluções inovadoras para criarem campanhas cada vez mais assertivas. A Fitmedia, especializada em inteligência para compra de mídia programática, cresce justamente por integrar esse processo a dados mais qualificados. A empresa obteve um faturamento de R$ 13 milhões em 2017 e projeta um crescimento de 38% até o fim de 2018. De sete pessoas em 2016, a equipe de colaboradores passou para 25 neste ano, atendendo mais de 30 clientes atualmente. Por fim, ainda conta com representantes em diversas regiões do país e em Miami, nos Estados Unidos. A Fitmedia se destaca por ser uma trading desk (responsável pela aquisição de espaços de mídia digitais, desktop, mobile e vídeo) com tecnologia DSP (Demand Side Platform) própria para gerenciar a compra de mídia programática. Isso faz com que ela tenha maior controle sobre o processo e consiga extrair análises e relatórios mais qualificados para demonstrar a eficácia das campanhas e até para gerar novas informações. "Percebemos que há um buraco entre os dados que podem ser coletados em campanhas de mídia programática e os que são entregues às agências e anunciantes. Estruturamos o nosso trabalho nesse vazio, com profissionais que coletam, tratam, enriquecem e ativam informações de diversas fontes", comenta Bruno Pompeu, CMO/CFO da FitMedia. O conceito de mídia programática envolve a compra de anúncios em sites e portais por meio de leilões. Entretanto, ao invés de operar esse serviço manualmente, os anunciantes e agências utilizam algoritmos matemáticas que conseguem mapear os melhores espaços de acordo com o público-alvo e os objetivos traçados pela campanha. É um modelo que está em alta no mercado brasileiro. Segundo a pesquisa Digital AdSpends 2018, realizada pelo IAB Brasil (Interactive Advertising Bureau), a compra programática de publicidade representou quase um terço do faturamento de anúncios digitais (22,5%) e teve um crescimento de 74% no investimento, passando de R$ 1,9 bilhão em 2016 para R$ 3,3 bilhões no ano passado. O diferencial da Fitmedia, portanto, é enxergar além da compra de anúncio e aproveitar todas as informações geradas nas interações dos usuários para oferecer novas ideias a seus clientes. A tecnologia da empresa é equipada com todos os recursos necessários, como geoposicionamento, categorias de conteúdos, e tem integração com a Meetrics, responsável pelo cruzamento dos relatórios com dados demográficos. "A mídia tem o poder de se retroalimentar. Os dados gerados em mídia programática podem alimentar campanhas futuras, dar insights para os clientes e mostrar os próximos passos. É muito mais assertivo e melhora o ROI da empresa", prossegue Bruno Pompeu.De mídia para cinema à inteligência programáticaA Fitmedia nasceu em 2013 como especialista na venda de mídia para o cinema. Entretanto, a partir de 2014, ela ampliou seu modelo de negócios e passou a atuar no segmento de mídia programática. Hoje, é parceira de grandes agências e empresas do país, sendo responsável pelas campanhas neste formato de anúncio e, principalmente, pela Inteligência por trás dos relatórios de desempenho. "Não entregamos apenas a campanha. Nós queremos mostrar aos nossos clientes o caminho que ele pode percorrer com sua estratégia de marketing", conclui Bruno.

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos