Releases
30/06/2020 03:00

2a edição do Global Business Barometer apresenta melhora, mas executivos ainda veem a economia e suas empresas na fase de sobrevivência


2a edição do Global Business Barometer apresenta melhora, mas executivos ainda veem a economia e suas empresas na fase de sobrevivência

PR Newswire


LONDRES, 30 de junho de 2020 /PRNewswire/ --

  • Sentimento de executivos sobre a perspectiva de três meses para a economia global aumentou, mas continua pessimista, em -27,7 (dentro da faixa de -50 a +50)
  • A maior oscilação do barômetro ocorreu na China, onde a perspectiva dos executivos sobre a economia nacional caiu 21,9 pontos
  • A ação do governo mais popular para ajudar na recuperação da economia e dos negócios foi limitar as viagens internacionais, com 51% das respostas

Há três grandes estágios para a recuperação do tipo de crise que atravessamos no momento: sobrevivência, adaptação e recuperação. O último Global Business Barometer, realizado pela The Economist Intelligence Unit, com apoio da SAS, mostra que, no fim de maio, os executivos acreditavam ainda estar da fase de sobrevivência, embora muitos tenham feito adaptações em suas operações ? algumas das quais podem se tornar permanentes.


Menos pessimista: a leitura do barômetro para as perspectivas de três meses sobre a economia global subiu 11,7 pontos, passando de -39,4 para -27,7, uma melhora significativa desde o primeiro GBB, realizado em abril, mas indicativo de uma possível recuperação lenta. O sentimento na Europa foi o que mais cresceu (passou de -40,5 a -27,3), seguida pela Ásia-Pacífico e pela América do Norte. Embora também tenha aumentado, o sentimento sobre a economia global entre executivos do Oriente Médio e da África subiu apenas 6,9 pontos, a menor elevação entre as cinco regiões medidas pelo barômetro.


Sentimento na China cai: a maior oscilação do barômetro de abril a maio ocorreu na China, onde a perspectiva de três meses sobre a economia caiu 21,9 pontos. No momento do primeiro GBB, em abril, a China parecia ter superado a pior fase da COVID-19 (ou, pelo menos, a pior fase da primeira onda). Claramente, isso mudou desde então, e o humor piorou consideravelmente com o agravamento generalizado das previsões chinesas e o abandono, pelo governo da China, da sua meta de PIB pela primeira vez em décadas.


A estrada, menos percorrida: quando perguntados quais ações gostariam que os governantes tomassem nos próximos meses para recuperar a economia global e as empresas, "limitar as viagens internacionais" foi a resposta mais dada (51%), após ter ficado entre as últimas na pesquisa anterior do GBB. Agora, essa opção ficou acima de outras como estímulos fiscais diretos aos consumidores e redução de impostos. Como as restrições de viagens demonstrou ser eficaz, em muitos casos, contra a disseminação da doença, observamos um misto de resignação e adaptação entre os executivos em relação a essa questão.


Chegando a um entendimento: houve um aumento na porcentagem de entrevistados para o GBB que responderam que a recuperação da economia global levará "de 3 a 5 anos". Em abril, 30,8% deram essa resposta; em maio, 37,2%. Todas as outras opções se mantiveram mais ou menos estáveis.


Sobre a pesquisa 


O Global Business Barometer mede o sentimento em relação aos eventos atuais e à incerteza do mercado financeiro e analisa como as empresas estão lidando com a situação atualmente e planejando o futuro.


Sobre The Economist Intelligence Unit 


The Economist Intelligence Unit é a divisão de análise, pesquisa e liderança de ideias inovadoras do The Economist Group e líder mundial em inteligência de negócios global para executivos. Nós apresentamos perspectivas novas e inovadoras com acesso a mais de 650 analistas especialistas e editores em 200 países. Para obter mais informações, acesse www.eiuperspectives.economist.com. Siga-nos no Twitter, LinkedIn e Facebook.


Sobre a SAS 


A SAS é líder em análise. Por meio de software e serviços inovadores, a SAS habilita e inspira clientes do mundo todo a transformar dados em inteligência. A SAS proporciona O PODER DO CONHECIMENTO (THE POWER TO KNOW®).


Logo - https://mma.prnewswire.com/media/805745/EIU_Logo.jpg


 


FONTE The Economist Intelligence Unit (EIU)

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos