Releases
02/07/2019 14:54

Como abrir uma empresa nos Estados Unidos


Orlando, Flórida - Estados Unidos --(DINO - 02 jul, 2019) -
Uma questão cada vez mais constante entre empresários brasileiros que, diante da crise econômica, buscam por alternativas para expandir seus negócios, é saber como abrir uma empresa nos Estados Unidos.


Em função de tantos empecilhos burocráticos e questões tributárias no Brasil, até mesmo os pequenos e médios empresários passaram a considerar a opção de abrir uma empresa nos EUA como uma alternativa concreta para quem precisa aumentar as vendas e conquistar novos mercados. Segundo dados da Câmara Americana de Comércio, os pedidos de informações sobre como abrir uma empresa nos Estados Unidos vem crescendo nos últimos anos.


Um ponto importantíssimo a ser citado, é que o processo envolve uma série de procedimentos que fogem ao conhecimento de quem é acostumado a fazer negócios somente no Brasil. Isso é extremamente importante porque os procedimentos para se criar uma empresa nos EUA são diferentes e requerem um certo conhecimento sobre a legislação local.



O passo a passo para abrir uma empresa nos Estados Unidos


1 - O que é preciso para montar um negócio nos Estados Unidos


É claro que a ideia de expandir os negócios de uma empresa para os EUA assusta um pouco. Principalmente, os pequenos e médios empresários, que durante os anos em que a economia brasileira estava andando bem, tinham no mercado interno a sua maior fonte de receita.


Em virtude dos sérios distúrbios político-econômicos nos últimos anos, o mercado nacional mudou e, então, é hora de avaliar seriamente a conquista do mercado internacional. Embora a tendência de internacionalização dos negócios tenha aumentado cada vez mais, várias dúvidas sobre as regras do mercado internacional - tanto as formais, quanto as informais - costumam pairar na mente de quem pensa em expandir seus negócios no exterior.


Para quem realmente possui o interesse em abrir uma empresa nos Estados Unidos, é necessário estruturar seu negócio juridicamente e verificar, entre as várias opções disponíveis, qual seria o melhor modelo para se enquadrar, tanto do ponto de vista jurídico e tributário, quanto do ponto de vista de relacionamento com um negócio já existente no Brasil.
Porém, o empresário não pode iludir-se. Pois esse enquadramento e operacionalização - embora em um país com menos burocracia e uma economia mais aquecida do que estamos acostumados no Brasil - também exige conhecimento e experiência.
Nesse caso, a melhor opção é contratar uma empresa especializada para resolver todos esses entraves burocráticos.



2 - Planeje sua presença


O planejamento estratégico para incorporar essa nova unidade ao seu negócio é fundamental. Não é somente pelo fato de iniciar as atividades de uma empresa nos Estados Unidos que o mercado norte-americano aceitará o seu produto.
É necessário lutar por um espaço. Fazer parte de uma economia com mais de trezentos milhões de consumidores exige esforço e conhecimento de mercado.


Fazer uma pesquisa de mercado para escolher em que segmento sua empresa irá atuar, é imprescindível. Para quem está fazendo sua primeira investida no mercado norte-americano, o melhor é identificar nichos de mercado onde haja uma vantagem competitiva. O empreendedor não pode esquecer que o mundo inteiro está disputando uma fatia desse mesmo mercado.



3 - Parcerias são fundamentais


Outro ponto importante na hora de abrir uma empresa nos Estados Unidos é conseguir boas parcerias, principalmente nas áreas de logística, distribuição e ecommerce. O mercado americano é extremamente exigente no quesito eficiência e, para atingir esse objetivo, é necessário contar com boas parcerias e estratégias inovadoras.
É importante visitar as áreas em que se pretende atuar nos Estados Unidos, conhecer os hábitos e costumes daquela região e se relacionar com possíveis parceiros comerciais.
Se não houver esse tipo de conhecimento da cultura local, há a possibilidade de perder o “feeling” do negócio e várias oportunidades. Para abrir uma empresa nos Estados Unidos, é preciso se adaptar à cultura e interesses locais.


Como se pode notar pelas histórias de sucesso de diversos empreendedores brasileiros que decidiram ampliar sua área de atuação, abrir uma empresa nos Estados Unidos não é tarefa impossível. Não há necessidade de envolver um capital gigantesco e que, por isso, se restringia somente às grandes corporações; mas contar com a assessoria e a orientação de uma empresa com os conhecimentos necessários é fundamental.

Para manter-se atualizado sobre esse e outros aspectos do empreendedorismo nos Estados Unidos, acesse o website https://akinconsulting.co . Nesse endereço, a Akin - que possui experiência no mercado há vários anos - publica várias matérias com dicas que auxiliam o empreendedor que deseja implantar um negócio nos EUA. A agência possui uma equipe formada por profissionais que oferecem atendimento em Português, Inglês e Espanhol.


 



Website: https://akinconsulting.co

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos