Releases
05/01/2023 10:05

Como funciona a medicina preventiva na saúde ocupacional?


Rio de Janeiro - RJ--(DINO - 05 jan, 2023) -
Para implementar a saúde preventiva é preciso fazer o acompanhamento dos hábitos e monitorar a rotina dos colaboradores, identificar os costumes que a longo prazo afetem a saúde e consequentemente, gerem gastos para a empresa. 

A definição da medicina preventiva, a importância do investimento na
saúde do funcionário e os benefícios que ela proporciona para entidade são pontos a serem elucidados.


Definição de saúde preventiva


Durante muitos anos a medicina era aplicada apenas de maneira curativa, ou seja, o tratamento se dava a partir da doença já existente. Como o problema de saúde já estava presente no indivíduo, a origem da patologia não costumava ser identificada, o que não possibilitava o tratamento de maneira precoce. Por esse motivo, era muito comum que as doenças avançassem de maneira silenciosa, atrasando o início do tratamento e até prejudicando as chances de cura.


Com o avanço das pesquisas, fica cada vez mais clara a importância de estratégias para a prevenção de doenças. Em consequência desses avanços, surge o termo medicina preventiva.


A prática da medicina preventiva tem como principal objetivo evitar o surgimento de doenças e conseguir identificar de maneira precoce as doenças já existentes nos seus estágios iniciais, dessa forma, antecipando os cuidados. Uma estratégia eficaz onde empresas conseguem garantir a saúde e o bem-estar de seus colaboradores.


Vantagens da prática da saúde preventiva no ambiente de trabalho


A medicina do trabalho, no geral, atua em situações específicas. Os principais momentos são na contratação, com o exame admissional, no exame periódico e na rescisão de contrato, com o exame demissional. Essa conduta é obrigatória conforme determinado pelo Ministério do Trabalho.


Com o passar do tempo, as empresas entenderam que a ausência de uma supervisão médica não frequente, apenas restrita aos exames obrigatórios, apresentava um impacto negativo na saúde dos funcionários e consequentemente para as instituições. Ficando cada vez mais evidente os benefícios que a medicina preventiva traz. Vale ressaltar, que além dos cuidados preventivos com a saúde do colaborador, a redução dos gastos com o absenteísmo, favorecendo assim a percepção do funcionário, propiciando a motivação.  


Esse investimento é essencial para empresa se desenvolver, afinal, os colaboradores são pilares para alcançar metas.


A lista de benefícios da medicina preventiva para as empresas


Primeiro item é o controle de danos. A exposição aos riscos que o funcionário fica durante a atividade laboral são muitos, a classificação do risco é diferenciada conforme a atividade exercida.


Quando a exposição ao risco é identificada, a empresa tem a chance de investir em métodos para ser minimizada. Uma das alternativas é a distribuição de equipamentos de proteção individual (EPI) e efetuar ações de conscientização do uso correto dos equipamentos. Através dessas ações, a instituição trabalha com a prevenção da saúde e dos gastos financeiros da empresa.


O objetivo do controle de danos é identificar de maneira precoce possíveis ações e situações de risco que prejudiquem a saúde do trabalhador, a fim de evitar situações de afastamentos e por consequência a rotatividade na empresa.


O segundo item é a diminuição do absenteísmo. Determinadas doenças impactam na vida do indivíduo limitando a execução das atividades, e dependendo do estágio que a doença esteja ele não consegue permanecer em alguns tipos de atividade laboral. Um exemplo é a diabete, a doença não tem cura e em estágios mais avançados o paciente fica bastante debilitado.


Trabalhando de maneira preventiva é possível identificar a doença no estágio inicial, orientando o tratamento adequado. Sendo assim, colaborando com a qualidade de vida.


O terceiro tópico é a manutenção de uma equipe produtiva. Para entregar um serviço ou produto de qualidade é necessário promover meios que garantam o bem-estar dos colaboradores. A redução do estresse através da prática de ginástica laboral, é um dos exemplos de como promover qualidade de vida e se enquadra na medicina preventiva.  


Por último, a redução de custo com a saúde. Para a empresa, o afastamento de um funcionário gera gastos. Exemplo de caso: quando um colaborador se ausenta por doença, o seu afastamento demanda a contratação de um substituto ou com o investimento em treinamentos.


Os 4 tipos de níveis da medicina preventiva


Prevenção primária


Nesse nível o objetivo é impedir o aparecimento de doenças. No geral, as ações são educativas e informativas como, por exemplo, o incentivo a prática diária de exercícios físicos, boa alimentação, entre outros hábitos que visam melhorar a resistência e o bem-estar da pessoa.


Prevenção secundária


Nessa etapa as ações são voltadas para as pessoas que já estão com a doença, porém no seu estágio inicial, o objetivo das ações é impedir o agravamento. Nesse caso o tratamento é voltado para incentivar hábitos saudáveis, evitando a complicação da doença.


Prevenção terciária


Nessa fase há um avanço significativo da doença. Por exemplo, tem cura, mas deixa sequelas. Com esse quadro, a medicina preventiva, atua favorecendo que as limitações não sejam um obstáculo.


Prevenção quaternária


Nesse nível, as ações visam prevenir o excesso de medicamentos, evitando novas intervenções. Nessa última prática a doença já se estabeleceu.


A classificação de cada nível da medicina preventiva: O primeiro nível o foco é conscientizar, o segundo detectar de maneira precoce as doenças, o terceiro tratamento e a reabilitação, o último visa evitar o excesso de medicações e intervenções que podem ser impedidas.


Fazer a gestão de saúde e segurança do trabalhador


A medicina preventiva é fundamental para que a empresa funcione bem, são inúmeros os benefícios para a empresa e os colaboradores. 


Para assegurar esses cuidados, é fundamental que a gestão de saúde e segurança da empresa esteja sendo executada corretamente, sendo assim, estará cuidando da sua base, seus funcionários.


A Dual Saúde é uma empresa especializada em gestão e consultoria em saúde ocupacional e possui clínicas próprias pelo estado do Rio de Janeiro e uma rede de clínicas credenciadas pelo Brasil.



Website: https://dualsaude.com.br/
A OESP nao e(sao) responsavel(is) por erros, incorrecoes, atrasos ou quaisquer decisoes tomadas por seus clientes com base nos Conteudos ora disponibilizados, bem como tais Conteudos nao representam a opiniao da OESP e sao de inteira responsabilidade da Dino Divulgador de Noticias Online Ltda

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso