Releases
28/02/2019 11:39

Casos de pedras nos rins aumentam no verão: saiba o motivo


Rio de Janeiro, RJ--(DINO - 28 fev, 2019) - Manter o corpo hidratado sempre é muito importante para evitar episódios de tonteira, mal-estar e condições mais graves, como a desidratação. Porém, a falta de água no corpo durante o verão também pode influenciar no desenvolvimento dos cálculos renais. Conhecidos também como pedras nos rins, eles se formam com o acúmulo de cristais na urina e, se não tratados, podem evoluir com complicações como crises álgicas, infecção urinária e até insuficiência renal. Mas, se no verão as pessoas bebem mais água, por que o cálculo renal tem mais chances de acontecer?

Segundo o dr. Pedro Tulio, nefrologista do Hospital São Lucas Copacabana, o problema está na transpiração, que aumenta bastante nos dias mais quentes. Mesmo que seja ingerida uma quantidade maior de água, o corpo a elimina facilmente através do suor e, quando o organismo tem pouca água disponível para funcionar, a urina torna-se mais concentrada e assim aumenta a chance da formação de cristais e posteriormente cálculos.

"As pedras começam a se formar quando a quantidade de elementos como cálcio, oxalato e ácido úrico na urina aumentam. Dependendo do tamanho e de onde estejam localizadas, elas podem causar dor intensa, sangramento e, em alguns casos, a infecção urinária", afirma o nefrologista.

O cálculo renal costuma ser mais frequente entre os homens, principalmente depois dos 40 anos, sendo a partir dos 50 anos a época mais recorrente nas mulheres. Pacientes com gota e histórico de pedra nos rins na família, que comam muita proteína e pouca fibra e exagerem nas bebidas alcoólicas também têm mais chances de desenvolver a doença.

"Na maioria dos casos as pedras são bem pequenas e podem ser eliminadas através da urina sem nenhum problema. Quando são maiores, o médico que esteja acompanhando o caso deve fazer uma avaliação do paciente para decidir se os cálculos podem ser reduzidos através de medicamentos ou mudanças na dieta", explica o dr. Pedro. Em casos específicos é recomendado procedimentos cirúrgicos, que hoje são minimamente invasivos em sua maioria, para a retirada das pedras.

A principal forma de prevenção dos cálculos renais, tanto no verão quanto no restante do ano, é beber bastante água, no mínimo dois litros ao dia - principalmente quem já teve a doença. Além disso, diminuir a quantidade de sal nas refeições também ajuda a evitar a formação das pedras.

Website: https://www.saolucascopacabana.com.br/

Copyright © 2021 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos