Releases
05/01/2023 14:14

Programa internacional de instrução bíblica volta ao presencial em 2023


O ano de 2023 começará com uma novidade para milhões de Testemunhas de Jeová - o retorno presencial das suas assembleias. Devido à pandemia, essas grandes reuniões ficaram suspensas por quase 3 anos. No período mais crítico, os discursos foram gravados e apresentados pela internet. Agora, no mundo todo e inclusive no Brasil, pessoas de diferentes lugares poderão se reunir presencialmente para assistir a um programa de instrução bíblica alegre e motivador.

Em 2023, as assembleias das Testemunhas de Jeová terão como assunto central a paz e a união entre as pessoas. Para o porta-voz das Testemunhas de Jeová, Kleber Barreto, a humanidade nunca precisou tanto de conselhos para conviver em paz, num espírito de tolerância e de respeito. “Ficamos fortalecidos ao ouvir histórias de pessoas que continuam a se empenhar pela paz, apesar dos desafios”, acrescentou. Além de palestras bíblicas, as assembleias contam com entrevistas, encenações, batismos e músicas de louvor.

Deyse Honório, Testemunha de Jeová há anos, aguarda com grande expectativa a volta presencial desses eventos. Para ela, que assiste regularmente essas reuniões há aproximadamente 35 anos, “o retorno das assembleias representa o amor e o cuidado de Deus conosco e a certeza de que ficaremos bem junto com nossos amigos”.

No Brasil, haverá assembleias em diversos idiomas além do português, como língua brasileira de sinais, crioulo haitiano, guarani, espanhol e japonês. Esses eventos são abertos ao público de todas as idades e têm cerca de seis horas de duração, com intervalos. A entrada e participação são totalmente gratuitas.

Para saber o dia, local e horário de uma assembleia em sua região fale com uma Testemunha de Jeová ou acesse a seção Encontre uma reunião no site JW.ORG. Você e sua família serão muito bem-vindos!

PORTA-VOZ DAS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ: Sirlo José Gomes Santos
Contato: sirlosantos@gmail.com

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso