Releases
06/11/2018 11:27

Sistema para pet shop cria um ambiente de aprendizado sobre gestão para os empreendedores


São Paulo, SP--(DINO - 06 nov, 2018) -
Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), o mercado pet cresceu 7% e representa 0,38% do PIB nacional em 2017, o que o torna maior do que a linha branca de geladeiras e fogões.

Mesmo com a grande ascensão, o ramo pet sofre com a falta de tecnologia e conhecimento em gestão de empresa e pessoas. A maioria das grades curriculares dos cursos superiores em medicina veterinária apresentam poucas ou nenhuma matéria relacionada a esses assuntos.

Pensando em suprir essa carência, a empresa de tecnologia Teracruz desenvolveu o Vetus, um sistema de gestão para pet shops, clínicas e hospitais veterinários.

Thaís Peixoto é a diretora de operações da Teracruz. Ela explica que o Vetus auxilia na administração de empresas do ramo pet de diversas formas, como “organização do estoque e agenda, otimização de processos que o estabelecimento precisa alinhar e luta lado a lado do cliente, visando expansão, crescimento e alcance de metas estipuladas”.

Para chegar nesse objetivo, o sistema Vetus não atua sozinho. A Teracruz estruturou um ambiente de aprendizado e crescimento, que envolve além do software para pet shop, um blog com textos e materiais gratuitos e um atendimento de qualidade.

Cada um desses elementos tem um papel fundamental. O Blog do Vetus por exemplo, “cuida para que as pessoas que decidam abrir uma empresa possam ter um respaldo melhor, conteúdo e auxílio durante essa empreitada”, conta Thaís.

Ela também afirma que empreendedores que já atuam no ramo pet há algum tempo podem se beneficiar do blog, pois existem diversos conteúdos que ajudam no desenvolvimento do negócio e outros que informam as tendências do mercado.

O atendimento de qualidade, outro pilar da estrutura de aprendizado, atua em duas frentes: a comercial e a de suporte.

“O comercial atua na identificação do objetivo e das situações que precisam ser resolvidas e melhoradas nas empresas dos nossos clientes e como o Vetus fará isso por eles. Já o suporte ajuda a transformar tudo isso em realidade”, comenta Thaís.

Adriane Irineu, coordenadora de atendimento ao cliente, diz que sua equipe “procura atender o usuário da maneira mais rápida e eficaz possível, sem esquecer de oferecer a devida atenção ao usuário, para que ele sempre tenha apoio qualificado e saiba que pode contar com a nossa ajuda em todos os momentos que precisar”.

A empresária Josiane Piroli, 36, é proprietária do pet shop “Pet Cão” na cidade de Iguatemi, Mato Grosso do Sul.

Josiane é cliente do Vetus há alguns meses, mas já sente a diferença na sua empresa. “Antes de contratar o sistema, minha rotina era toda manual, não sabia quantos clientes tinha, quantos atendimentos ocorreram no mês com exatidão, porque na correria do dia a dia de um pet shop a gente acaba esquecendo de muita coisa”, relembra.

Antigamente, ela sofria muito com as perdas no banho e tosa causadas pela agenda de papel e falta de organização. Agora, com a agenda do sistema, Josiane não passa mais por esse aperto, além de ter total controle dos atendimentos e das vendas em tempo real.

Outra funcionalidade do sistema que Josiane utiliza bastante é o controle de fluxo de caixa. “O Vetus me dá o fechamento mensal, o que eu tenho para receber, o que eu tenho que pagar, que eram algo que eu não tinha antes e me fazia muita falta porque eu não sabia nem quanto eu faturava mensalmente no pet shop”, conta.

Além de ser uma leitora do Blog do Vetus, ela sempre consulta a central de ajuda no site do sistema para saber se está alimentando-o corretamente.

Mesmo com essa facilidade, Josiane tem certeza que sempre será bem recebida se vier conversar com um dos integrantes da equipe de suporte. “Eles me deram um retorno muito rápido, me ligaram várias vezes para saber se estava tudo bem, se eu estava conseguindo usar o sistema ou se eu tinha alguma dúvida”.

Josiane está muito satisfeita com a estrutura de aprendizado na qual está inserida. “Além de conseguir passar mais confiança para os meus clientes, eu também me sinto mais confiante porque sei que dificilmente algo vai dar errado”, opina.

A Clínica Wilson Grassi contratou o Vetus em 2015. Atualmente, são 16 unidades e a empresa apresentou um crescimento de 135%.

A médica veterinária Clélia Maria da Silva acredita que um dos motivos para tamanho desenvolvimento seja a otimização de tempo que antes era gasto no preenchimento e busca de cadastros. “Facilitou bastante o Vetus porque os cadastros são feitos lá na recepção. O veterinário chega aqui no consultório com a ficha do cliente pronta, só vai abrir a anamnese e começar a descrever tudo que foi relatado”.

Tuany Fialho é coordenadora da unidade Arthur Alvim, na zona leste de São Paulo. A médica veterinária conta que o sistema ajudou muito no controle de estoque, pois “a partir do momento que há o pagamento e há a baixa dessa medicação lá na recepção, ela automaticamente já cai do estoque do Vetus.

Ela utiliza bastante essa funcionalidade para auxiliar no planejamento financeiro. “A gente consegue ter uma base do que utilizamos em determinado período e isso é muito bacana porque conseguimos ter um controle de estoque melhor e até diminuir os custos com relação ao faturamento”.

É possível conferir este e outros cases de sucesso acessando o site do Vetus.

Para saber mais sobre o sistema para pet shop Vetus, clique aqui.



Website: https://www.vetusweb.com.br/

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos