Releases
04/07/2018 10:36

Óculos de sol também são essenciais no inverno


Brasília - DF--(DINO - 04 jul, 2018) - Muita gente acredita que os óculos de sol são itens dispensáveis no inverno, mas não são. Por ser um país tropical, o Brasil encontra-se em uma latitude na qual a incidência de raios solares não diminui tanto durante o inverno. Os raios atravessam as nuvens, mesmo nos dias nublados, e representam um risco à saúde ocular. Em razão disso, usar óculos de sol neste período é fundamental para proteger os olhos da luminosidade e da radiação.

É importante ainda que as lentes oferecerem proteção ultravioleta adequada, caso contrário, os riscos de comprometer a visão são maiores do que não usar óculos algum. Segundo o oftalmologista Luiz Felipe Diniz, do Hospital Brasileiro de Olhos, localizado no Hospital PAI, os óculos de sol devem fazer mais do que proteger os olhos contra a luminosidade. "Eles devem também proteger os olhos contra a radiação prejudicial que pode danificar a córnea, o cristalino e a retina", afirma.

O médico explica que olho humano possui mecanismos de defesa naturais que são inibidos pela escuridão proporcionada pelas lentes. A pupila, que automaticamente se fecharia diante da luminosidade, mantém-se dilatada quando são utilizadas as lentes escuras. A reação natural do ser humano de fechar os olhos é comprometida pela utilização dos óculos de sol.

"Se as lentes não protegem os olhos, os raios ultravioletas passam e afetam a retina mais severamente do que se não estivéssemos usando nenhum tipo de lente, podendo desenvolver pterígio, degeneração macular relacionada à idade (DRI) e até mesmo catarata", ressalta Luiz Felipe.

Ao adquirir óculos de sol é importante verificar o nível de proteção contra a radiação ultravioleta (UVA e UVB) que as lentes oferecem. Por lei, as óticas são obrigadas a ter um aparelho, chamado espectrofotômetro, que mede a quantidade de proteção ultravioleta dos óculos. Dificilmente óculos vendidos em camelôs contêm filtros que bloqueiam a luz ultravioleta, por isso costumam ser mais baratos. De acordo com estimativas da Associação Brasileira da Indústria Óptica (Abiótica), as falsificações respondem por 50% do número de óculos de sol comercializados no Brasil.

Além de saber o nível de proteção contra a radiação ultravioleta, também deve ser observada no momento da compra a adaptação dos óculos ao rosto. "Deve ser dada preferência às lentes que envolvam bem os olhos ou que impeçam a penetração de luz através das aberturas existentes entre os óculos e o rosto", recomenda o oftalmologista.

A cor das lentes também está relacionada à redução de problemas como enxaquecas, dores de cabeça e fotofobia. Cores que provoquem pouca distorção da visão e das cores do ambiente, como é o caso, de verde, cinza e marrom são as melhores indicações.


Website: http://www.hospitalpai.com.br

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos