PR Newswire Economia
21/05/2020 14:01

CGTN: planos quinquenais definem o desenvolvimento da China


CGTN: planos quinquenais definem o desenvolvimento da China

PR Newswire



PEQUIM, 21 de maio de 2020 /PRNewswire/ -- O sistema do Plano Quinquenal da China (Five-Year Plan, FYP) foi criado para fazer planos de desenvolvimento econômico e social nos próximos cinco anos. A CGTN lançou recentemente uma página interativa para analisar os Planos Quinquenais da China desde 1953.



Acesse a página interativa da CGTN sobre os planos quinquenais:   Projetando o futuro


O primeiro FYP foi feito em 1953. Foram elaborados e implementados 13 planos quinquenais, exceto no período de ajuste econômico ocorrido entre 1963 e 1965. 


2020 é o último ano do 13º FYP. Agora, a China está redigindo seu 14º documento. Todos os olhos estarão voltados para os dois encontros anuais da China, no final de maio, para que mais detalhes sejam divulgados.


A CGTN analisou e visualizou os FYPs da China em termos de extensão, principais metas e planos para a indústria, agricultura, saúde, governança, ciência e tecnologia, o meio ambiente, comércio exterior e a defesa nacional.


O projeto estabelece metas e diretrizes detalhadas que abrangem questões econômicas, sociais, educacionais e ambientais. Os principais objetivos contêm metas para o crescimento econômico, orientações para reformas econômicas e reestruturação industrial.


Do primeiro ao 13º FYP


Após a fundação da República Popular da China, em 1949, a economia do país passou por um período de recuperação. Em 1953, o governo central lançou seu primeiro FYP (1953-1957), que visava mudar o país de agrícola para industrial avançado, com foco no desenvolvimento da indústria pesada.


Os próximos cinco FYPs destacaram o desenvolvimento agrícola e industrial. O segundo FYP (1958-1963) continuou o desenvolvimento industrial voltado para a indústria pesada. As principais tarefas do terceiro (1966-1970) foram desenvolver a agricultura e fortalecer as indústrias básicas. O quarto (1971-1975) estabeleceu metas de produção agrícola e industrial e investimentos em infraestrutura. O quinto FYP (1976-1980) estabeleceu a meta de construir um sistema industrial independente e relativamente completo.


Do segundo ao quinto FYPs, o governo chinês estava em um período exploratório para estabelecer e implementar suas próprias diretrizes de desenvolvimento de médio a longo prazo. Os objetivos passaram por ajustes constantes, ao lado do conhecimento e da experiência acumulados.


Os primeiros FYPs da China estabeleceram cotas de produção específicas, por exemplo, para aço e grãos. Desde o início dos anos 80, como a China estava no processo de estabelecer uma economia socialista de mercado como parte de seu socialismo com características chinesas, o papel dos planos foi informalizado, e a maioria das metas numéricas foram abandonadas.


O sexto FYP (1981-1985) destacou, principalmente, o ajuste e a solução dos problemas dos planos anteriores.


O projeto interativo analisou o texto do primeiro e do sétimo ao 13º FYPs, pois os textos na íntegra do segundo ao sexto não estavam disponíveis. Os oito documentos oficiais envolvem 360.000 caracteres chineses.


Em termos de extensão de cada FYP, o primeiro é o mais longo, servindo de base para planos futuros.


O sétimo FYP (1986-1990) foi feito para construir uma base para o novo sistema econômico socialista com características chinesas.


O oitavo FYP (1991-1995) priorizou a reestruturação industrial e promoveu ainda mais o desenvolvimento da tecnologia, educação e do comércio exterior.


O principal objetivo do nono FYP (1996-2000) incluía o estabelecimento preliminar de uma economia socialista de mercado e a melhoria da estrutura industrial.


O décimo FYP (2001-2005) teve como objetivo construir um sistema de previdência social relativamente completo e fazer progressos significativos no estabelecimento de um sistema empresarial moderno em empresas estatais.


O 11º (2006-2010) propôs otimizar e atualizar a estrutura industrial e melhorar a utilização de recursos.


O 12º (2011-2015) teve como objetivo aumentar as contribuições em educação, ciência e tecnologia e estabelecer metas para a proteção ambiental.


O 13º (2016-2020) apresentou o uso da inovação para impulsionar o desenvolvimento.


Nos últimos anos, os planos não tiveram apenas foco econômico. Também se deu muita atenção a mais variação de prioridades, incluindo proteção ambiental - metas para reduzir as emissões de carbono e otimizar o uso de energia - e a programas de bem-estar social, como segurança da saúde e criação de empregos.


Leia o artigo original: https://news.cgtn.com/news/2020-05-15/Five-Year-Plans-map-out-China-s-future-development-QvANs2JxVS/index.html


Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1171406/Designing_Future_China_s_Five_Year_Plans_Since_1953.jpg
Logo -
https://mma.prnewswire.com/media/1097018/CGTN_Logo.jpg   


FONTE CGTN

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos