Política
16/04/2018 12:23

Manifestantes do MTST ocupam tríplex do Guarujá, que motivou a prisão de Lula


São Paulo, 16/04/2018 - O pré-candidato à Presidência e coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) Guilherme Boulos (PSOL), acompanhado de cerca de 30 manifestantes da Frente Povo Sem Medo, ocupou na manhã desta segunda-feira, 16, o tríplex do Guarujá que motivou a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado pela Lava Jato. Outras 70 pessoas protestam em frente ao edifício que fica na praia das Astúrias.

O grupo estendeu faixas dizendo "Se é do Lula, é nosso", "Se não é, por que prendeu?" e "Povo sem Medo".

“É uma denúncia da farsa judicial que levou Lula a prisão. Se o tríplex é dele, então o povo está autorizado a ficar lá. Se não é, precisam explicar porque ele está preso”, disse Boulos nas redes sociais.

Às 9h, ele começou a transmissão ao vivo da ocupação em sua página no Facebook. A também pré-candidata Manuela D'Ávila (PCdoB) manifestou-se a favor do ato em sua conta no Twitter, assim como o senador Lindbergh Farias.

Acusando o atual presidente Michel Temer de ser ladrão e o juiz Sérgio Moro de fazer um julgamento tendencioso, os manifestantes entraram no prédio por volta das 8h30 da manhã, quando abriram um portão que, segundo eles, já estava quebrado, apenas empurrando-o. A Polícia Militar, que acompanha a manifestação, afirma que o portão foi quebrado e que houve arruaça e depredação de patrimônio. Um trabalhador do edifício ao lado do Solaris afirma que os manifestantes pularam as grades para invadir o condomínio.

De acordo com a advogada do MTST Débora Camilo, a ocupação é uma forma de manifestação à prisão do ex-presidente. “Queremos abrir os olhos da população para a prisão ilegal de Lula, que foi feita para tirá-lo da disputa presidencial. Não quebramos nada, estamos fazendo um ato pacífico. Queremos sair do triplex ainda hoje”, destacou.

A Polícia Militar negocia com os organizadores da manifestação a desocupação do imóvel pacificamente, o que até o momento não ocorreu. (Ana Neira e Rafael Cicconi, especial para AE)
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos