Política
02/12/2019 18:09

Crivella diz em nota que realiza gestão austera com gastos públicos, sem denúncia de corrupção


Por Pedro Caramuru

São Paulo, 02/12/2019 - Após ter ex-tesoureiro implicado em caixa dois para a campanha eleitoral municipal, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), afirmou, pela assessoria de imprensa, em nota, que todas as suas contas de campanha "foram devidamente aprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral" e que "realiza uma gestão austera com os gastos públicos, sem qualquer denúncia de corrupção".

A acusação é do ex-presidente da Fetranspor Lélis Teixeira, que disse, em acordo de delação premiada, ter sido solicitado pelo então tesoureiro de Crivella, Mauro Macedo, "apoio financeiro" à campanha e que acertou o pagamento de R$ 2,5 milhões por meio de caixa dois da corporação oriundos da Guanabara Diesel.

A nota afirma ainda que "o prefeito Marcelo Crivella enfrenta um dos grupos empresariais mais poderosos do País, tentando cessar a sangria de verbas públicas provocadas por um contrato abusivo de exploração do pedágio da Linha Amarela" e ainda que "se existe um político que não poderia ter se beneficiado de algum esquema com os empresários de ônibus, este político é Marcelo Crivella".

Contato: Pedro Caramuru
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast Político e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos