Economia & Mercados
27/05/2024 14:13

Campos Neto: difícil ter convicção de volta de nível de inflação e juros de antes da covid nos EUA


Por Francisco Carlos de Assis e Eduardo Laguna

São Paulo, 27/05/2024 - O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse há pouco que é difícil se ter convicção de que as taxas de inflação e juros nos Estados Unidos voltarão aos patamares registrados antes da pandemia da Covid 19.

Ele voltou a afirmar que o custo de rolagem das dívidas nas economias desenvolvidas vai demandar maior liquidez, ou seja, vai reduzir o nível de liquidez no mundo.

Ao tratar do cenário interno, Campos Neto disse que a inflação está convergindo para a meta e que a preocupação com inflação na autarquia tem sido mais centralizada na evolução dos preços dos serviços.

Ainda de acordo com Campos Neto, a alta da inflação na ponta é um fator temporário. "Entendemos que ao longo do tempo expectativas de inflação devem se estabilizar", disse o presidente do BC acrescentando que a autarquia está vendo uma correlação de serviço intensivo em trabalho e alta de preço, mas incipiente, porém.

Fazendo correlação da inflação com o desastre climático que se abateu sobre o Rio Grande do Sul, Campos Neto disse que a boa notícia é que a colheita de arroz havia quase terminado no Estado quando a enchente ocorreu.

Contato: francisco.assis@estadao.com; eduardo.laguna@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso