Economia & Mercados
04/06/2021 12:04

CSN: Barragem de Fernandinho não apresenta risco de rompimento


Por Matheus Piovesana

São Paulo, 04/06/2021 - A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) informou através de nota que a barragem da mina de Fernandinho, em Rio Acima (MG), não apresenta risco de rompimento. De acordo com a empresa, as obras de estabilização e descomissionamento da barragem estão suspensas de forma temporária devido a tratativas junto à Agência Nacional de Mineração (ANM).

No comunicado, a CSN afirma que a barragem está em projeto de estabilização, e que conta com um nível reduzido de água em nível subterrâneo, sem presença de água superficial. A companhia estima que as obras de estabilização estarão totalmente concluídas em março de 2022.

Ontem, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais concedeu liminar em favor do governo do Estado que obriga a CSN a tomar uma série de medidas para adequar os níveis de segurança da barragem. Sob pena de multa diária de R$ 1 milhão, a companhia terá de apresentar planos emergenciais que envolvem alternativas para o fornecimento de água para a Região Metropolitana de Belo Horizonte caso a estrutura se rompa e contamine rios da região.

A CSN não informou se vai recorrer da decisão. A empresa afirma que não possui, atualmente, nenhuma barragem de rejeitos em operação. A companhia reforçou ainda ter compromisso com "100% da produção pelo método a seco e livre do uso de barragens." A CSN também não informou quais os possíveis impactos para a produção diária na região em caso de paralisação da unidade.

Contato: matheus.piovesana@estadao.com
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2022 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Siga nossas redes: