Economia & Mercados
20/05/2024 19:44

Programa Desenrola Brasil foi usado por 20% dos entrevistados, mostra pesquisa do Mercado Pago


Pesquisa realizada pelo Mercado Pago, banco digital do Mercado Livre, aponta que 20% de um universo de 1,6 mil pessoas entrevistadas usou o Programa Desenrola Brasil para pessoas físicas renegociarem suas dívidas. A iniciativa, criada pelo governo federal em julho de 2023 para facilitar a renegociação, encerrou nesta segunda-feira, 20.

Os juros altos representaram a maior das dificuldades para sair das dívidas, de acordo com 46% dos entrevistados. Também entram nesta lista a falta de organização e planejamento financeiro (27%), problemas de negociação com os credores (15%), desemprego e outros imprevistos financeiros (12%).

"Segundo os números, 35% dos brasileiros buscam condições especiais na hora de solicitar crédito, mostrando que boas ofertas de pagamento são cruciais quando o assunto é crédito", afirma Fernanda Laranja, gerente sênior de Políticas Públicas do Mercado Pago. A pesquisa ainda revela que 31% procuram liberação rápida, 15% transparência em relação ao quanto vão pagar e 11% juros atrativos.

Os resultados do programa ficaram abaixo da expectativa do governo, mesmo com o prazo de participação prorrogado duas vezes, a última para hoje. Foram 15 milhões de brasileiros atendidos, com renegociação de R$ 52 bilhões de dívidas, de acordo com dados mais recentes do Ministério da Fazenda. A estimativa, no entanto, era que fossem alcançadas 30 milhões de pessoas, somente na Faixa 1 do programa, voltada à baixa renda e com garantia do Tesouro Nacional.

Apesar disso, o programa encerra com boas avaliações. "Com o Desenrola, conseguimos restabelecer a saúde financeira de muitas pessoas. Na primeira etapa do programa, em 2023, chegamos a limpar o nome de mais de 1 milhão de clientes com dívidas até R$ 100", diz Fernanda. Segundo ela, no primeiro trimestre de 2024, o Mercado Pago apoiou quatro vezes mais a recuperação econômica dos seus usuários em relação ao mesmo período do ano passado, o que demonstra a capacidade que esta agenda teve ao apoiar os brasileiros no desendividamento.

A pesquisa foi realizada com os usuários do banco no fim de abril e a maioria dos respondentes têm entre 18 a 29 anos (52%). O restante (48%) têm 30 anos ou mais.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2024 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso