Economia & Mercados
27/11/2018 12:44

Norwegian Air lançará voos low-cost entre Brasil e Reino Unido no fim de março


Após a aprovação das autoridades domésticas do setor, a companhia aérea norueguesa de baixo custo Norwegian Air lançou nesta terça-feira, 27, uma nova rota entre o Brasil e o Reino Unido que, segundo estimativas, ampliará a oferta em 70 mil lugares por ano.

A perspectiva é de que a rota direta entre Rio de Janeiro e Londres custe cerca de R$ 1,2 mil por pessoa por trecho. Estão previstos quatro voos semanais a partir de 31 de março de 2019, imediatamente após o Brexit (saída do Reino Unido da União Europeia) entrar em vigor.

As rotas estão previstas às segundas, quartas e sextas-feiras, além de domingos, por meio de aeronaves Boeing 787-9 Dreamlines com até 344 assentos, considerando classe econômica e cabines Premium.

O site da companhia já disponibiliza a venda de passagens. A programação é a de que o voos do Rio partam às 22h25, chegando às 13h35 no Aeroporto de Gatwick. As saídas de Londres estão previstas para ocorrer às 12 horas, chegando ao Brasil às 19h25. Os horários são locais.

"A conveniência dos horários de voos também proporcionará aos clientes noruegueses a oportunidade de se conectarem facilmente ao serviço Londres-Rio de Janeiro, usando a rede de voos europeus de curta distância da companhia aérea", trouxe material divulgado simultaneamente pela Embaixada do Brasil em Londres e pela companhia.

Com a nova rota, a Norwegian amplia sua oferta a partir da capital britânica, que já é composta por 12 destinos nos Estados Unidos e Argentina. A ampliação faz parte da estratégia da empresa de se estabelecer como uma companhia líder transatlântica.

"Com isso (a entrada no mercado doméstico), a norueguesa romperá o monopólio de voos de longa distância partindo do Brasil até o Reino Unido", enfatizou a nota da norueguesa, que é um pouco distinta do comunicado feito pela Embaixada.

A Norwegian também informou que os membros do programa de fidelidade Norwegian Reward podem ganhar e gastar suas milhas nessa nova rota. A companhia explicou que ainda não há venda de bilhetes por agentes de viagens no Brasil, mas que trabalha nesse sentido e espera resultados até fevereiro.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos