Economia & Mercados
07/02/2019 10:49

Vale diz que avalia teor da decisão que negou retorno das operações em Onça Puma


A Vale informou que tomou ciência da decisão do Tribunal Regional Federal - 1ª região (TRF), que negou o seu pedido de retorno imediato das operações da mina de Onça Puma por entender que ainda existe recurso pendente de julgamento pela 5ª Turma do TRF. A empresa disse que ainda está avaliando o teor da decisão.

O TRF-1, na última sexta-feira. 1º de fevereiro, negou recurso no qual a Vale pedia a retomada das operações da mina e da usina, localizada no Pará, e a suspensão dos depósitos mensais em favor das etnias Xikrin e Kayapó.

Em 2016, o Ministério Público Federal (MPF) determinou um trabalho de campo para averiguar, in loco, os impactos do empreendimento. As conclusões revelaram severos impactos na cultura dessas comunidades em razão da contaminação do Rio Catete.

Segundo o MPF, houve redução da disponibilidade dos alimentos, que antes eram abundantes, obrigando uma maior de aquisição de alimentos fora da aldeia para complementar a dieta diária dos indígenas.
Para ver esta notícia sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos os conteúdos em tempo real.

Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados para o Grupo Estado.

As notícias e cotações deste site possuem delay de 15 minutos.
Termos de uso
Inscreva-se!
Receba no seu email newsletters e informações sobre nossos produtos